Economia Após divulgação do PIB, dólar fecha em queda de 1,52%, a R$ 5,1461

Após divulgação do PIB, dólar fecha em queda de 1,52%, a R$ 5,1461

É o menor patamar desde 21 de dezembro (R$ 5,1232) e a maior queda percentual diária desde o último dia 6 de maio (-1,61%)

Reuters - Economia
Em 2021, a moeda norte-americana agora acumula queda de 0,87%

Em 2021, a moeda norte-americana agora acumula queda de 0,87%

Reuters

O dólar fechou nesta terça-feira (1º) no menor patamar desde dezembro passado, abaixo de R$ 5,15 reais, na maior queda em cerca de um mês, o que fez evaporar os ganhos da moeda norte-americana em 2021.

O real foi o grande destaque positivo nos mercados globais de câmbio nesta sessão, impulsionado por dados mais fortes da economia brasileira, que alimentam melhores perspectivas em vários lados da atividade, do fluxo cambial aos números fiscais. O PIB (Produto Interno Bruto) registrou alta de 1,2% no primeiro trimestre de 2021 em comparação com os três últimos meses do ano passado, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas),.

Após a divulgação do PIB, o dólar à vista caiu 1,52%, a R$ 5,1461 na venda.

É o menor patamar desde 21 de dezembro (R$ 5,1232) e a maior queda percentual diária desde o último dia 6 de maio (-1,61%).

Em 2021, o dólar agora acumula queda de 0,87%. Em 9 de março, a alta chegou a ser de 11,58%. É a primeira vez desde o começo do ano que a moeda dos EUA tem recuo nessa base de comparação.

Últimas