Economia Brasil cria 414 mil vagas de trabalho formal em novembro, novo recorde

Brasil cria 414 mil vagas de trabalho formal em novembro, novo recorde

De acordo com o Ministério da Economia, país já tem saldo positivo de mais de 200 mil vagas no ano, apesar da pandemia de covid-19

  • Economia | Do R7

Brasil já tem saldo positivo em empregos formais

Brasil já tem saldo positivo em empregos formais

Gerd Altmann/Pixabay

O Brasil abriu 414.556 vagas formais de trabalho em novembro, segundo os dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) divulgados nesta quarta-feira (23) pelo Ministério da Economia. 

É o quinto mês seguido de resultado positivo do Caged,

De acordo com a pasta, o dado é o melhor resultado para todos os meses desde o início da série histórica, iniciada em 1992, superando o recorde anterior, de outubro. "É o maior Caged da história", comemorou o ministro Paulo Guedes.

Os destaques, explicou Guedes, foram os setores de serviços (179.261 empregos) e comércio (179.077), dois dos mais afetados pela paralisação das atividades econômicas com o avanço do coronavírus. "Nós realmente estamos na retomada em V, como eu disse antes o Brasil está surpreendendo o mundo."

No acumulado do ano, houve criação líquida de 227.025 vagas, afirma o ministério.

O anúncio ocorre no mesmo dia em que o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulga que o desemprego no país cresceu e já atinge 14 milhões de brasileiros. A explicação para a diferença, aparentemente contraditória, é a de que o dado da Ministério da Economia se refere apenas às vagas formais, com carteira assinada, enquanto o do IBGE fala de todos os tipos de trabalho.

No mês, segundo o ministério, foram anotadas 1.532.189 admissões e 1.117.633 desligamentos. Na análise da equipe econômica, "o resultado confirma a retomada do crescimento econômico após a fase mais crítica da pandemia da covid-19 no segundo trimestre do ano".

Guedes afirmou durante a divulgação que o trabalho do governo agora é esperar a "vacinação em massa" contra a covid para salvar vidas.

Em outubro, o país havia criado 394.989 vagas com carteira assinada, recorde até então.

De janeiro a novembro foram 13.840.653 admissões e 13.613.628 desligamentos.

O estoque de empregos formais no país chegou a 39.036.648  de vínculos, o que representa uma variação de 1,07% em relação ao mês anterior e bem próximo do registrado em novembro de 2019: 39.358.772.

Últimas