Caixa libera saque da 2ª parcela do auxílio a quem nasceu em maio

Retirada dos recursos nas agências bancárias e casas lotéricas foi liberada para cerca de 2,7 milhões de brasileiros

Calendário de saques do auxílio segue até dia 13

Calendário de saques do auxílio segue até dia 13

Guilherme Dionízio/Estadão Conteúdo - 4.5.2020

Aproximadamente 2,7 milhões de brasileiros nascidos no mês de maio já podem sacar, a partir desta quinta-feira (4), a segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600 em agências da Caixa Econômica ou nas casas lotéricas de todo o País.

De acordo com a Caixa Econômica Federal, a liberação vale neste momento para todos aqueles beneficiários que receberam o primeiro pagamento até o dia 30 de abril.

O saque da segunda parcela do benefício também segue disponível os beneficiários que fazem aniversário entre os meses de janeiro e abril, que tiveram os recursos liberados nos últimos dias.

Leia mais: Bolsonaro fala em liberar mais parcelas do auxílio emergencial

Caso não efetivem o saque, os aniversariantes dos cinco primeiros meses do ano ainda podem sacar os valores até o final do calendário, que se encerra no dia 13 de junho.

Diferentemente do que aconteceu durante o saque da primeira parcela, a Caixa alterou o pagamento para um grupo de aniversariantes por dia com o objetivo de evitar filas e aglomerações.

A medida limita os desembolsos a cerca de 2,5 milhões por dia. Ao todo serão pagos cerca de 30 milhões de trabalhadores informais, desempregados, microempreendedores individuais, intermitentes e toda população de baixa renda que receberam a primeira parcela até 30 de abril.

Também foi estabelecida uma parceria entre a Caixa e as empresas Cielo e GetNet para que os beneficiários auxílio emergencial conseguirem do realizar compras e pagar contas apenas com o uso do aplicativo, sem a necessidade de retirar os recursos do banco.

Confira o calendário de saques da segunda parcela do auxílio emergencial:

Nascidos em janeiro - 30 de maio (2,6 milhões)
Nascidos em fevereiro – 1º de junho (2,4 milhões)
Nascidos em março – 2 de junho (2,7 milhões)
Nascidos em abril – 3 de junho (2,6 milhões)
Nascidos em maio – 4 de junho (2,7 milhões)
Nascidos em junho – 5 de junho (2,6 milhões)
Nascidos em julho – 6 de junho (2,6 milhões)
Nascidos em agosto – 8 de junho (2,6 milhões)
Nascidos em setembro – 9 de junho (2,6 milhões)
Nascidos em outubro – 10 de junho (2,6 milhões)
Nascidos em novembro – 12 de junho (2,5 milhões)
Nascidos em dezembro – 13 de junho (2,5 milhões)