Economia Dólar fecha em alta de 1,67%, a R$ 5,60, máxima desde novembro

Dólar fecha em alta de 1,67%, a R$ 5,60, máxima desde novembro

O dólar subiu 1,67% nesta sexta, a R$ 5,6017 na venda. Na máxima, bateu R$ 5,6100, alta de 1,82%

Reuters - Brasil
Moeda americana fecha acima de R$ 5,60 pela primeira vez desde novembro

Moeda americana fecha acima de R$ 5,60 pela primeira vez desde novembro

REUTERS/Lee Jae-Won

O dólar teve mais um salto nesta sexta-feira (26) e fechou acima de R$ 5,60 pela primeira vez desde novembro. Dia registrou forte pressão que levou o Banco Central, pelo segundo pregão seguido, a fazer intervenção dupla no mercado de câmbio, em meio a mais uma sessão negativa para moedas emergentes por receios sobre fuga de capital com a disparada de juros soberanos.

O dólar subiu 1,67% nesta sexta, a R$ 5,6017 na venda. Na máxima, bateu R$ 5,6100, alta de 1,82%.

O BC fez dois leilões de moeda à vista nesta sessão, vendendo, no total, 1,545 bilhão de dólares.

Na semana, o dólar saltou 4,03%, maior alta desde a de 4,34% da semana encerrada no último dia 8 de janeiro.

Em fevereiro, a cotação avançou 2,25%, elevando os ganhos no ano para 7,90%.

O real tem o pior desempenho entre 33 pares do dólar no acumulado de 2021.

Últimas