Economia Dólar: onde investir o dinheiro após a venda da moeda norte-americana

Dólar: onde investir o dinheiro após a venda da moeda norte-americana

Especialistas ouvidos pelo R7 apontam quais os melhores e mais seguros investimentos no momento 

Dólar: onde investir o dinheiro após a venda da moeda norte-americana

Dólar chega a R$ 3,74 nesta sexta-feira

Dólar chega a R$ 3,74 nesta sexta-feira

Fernanda Carvalho/Fotos Públicas

Pelo sexto dia consecutivo o dólar registra alta. Nesta sexta-feira (18) está cotado acima de R$ 3,74 e nas casas de câmbio chega a R$ 4,20, uma das maiores altas dos últimos dois anos. O R7 consultou especialistas para saber: quem vendeu a moeda norte-americana neste momento, onde deve investir?

Para o investidor que comprou a moeda norte-americana em janeiro e vendeu neste período de alta, o rendimento foi de 14% a 15%. "Um rendimento bem alto se pensarmos que o ano nem chegou ao fim", observa o professor de Finanças da FGV, César Caselani. "Com esse valor, o ideal é ser estratégico e fugir das altas taxas administrativas cobradas pelos fundos DI e dos riscos inerentes ao mercado de ações."

Daniela Casabona, assessora financeira da FB Wealth, orienta ao investidor diversificar suas aplicações e não arriscar. "Não é seguro, neste momento, aplicar todo o valor em apenas um produto. A renda fixa e o tesouro podem ser alternativas interessantes, porque sem dúvida são investimentos seguros". 

"É importante sempre observar o valor pago em taxas e impostos para fazer a melhor escolha de um investimento. Eu creio que os títulos de renda fixa como LCI e LCA podem ser interessantes", avalia Caselani. O LCI (Letras de Crédito Imobiliário) é um fundo de renda fixa destinado a financiar o setor imobiliário.  E o LCA (Letra de Crédito do Agronegócio) são títulos emitidos por bancos garantidos por empréstimos concedidos ao setor de agronegócio. A vantagem desses títulos é que ambos são isentos de imposto de renda para pessoa física e rendem mais que a poupança.

Na opinião do professor da FGV a cotação da moeda norte-americana não deve cair muito neste ano. "Estamos em um  momento de muita instalibidade política e até as eleições teremos muitas turbulências no mercado".