Economia Dólar para turistas já é vendido por R$ 4,56 nas casas de câmbio

Dólar para turistas já é vendido por R$ 4,56 nas casas de câmbio

Encarecimento da divisa no papel moeda e no cartão pré-pago acontece após alta semanal de 4% da moeda norte-americana

  • Economia | Alexandre Garcia, do R7

Papel moeda varia de R$ 4,30 a R$ 4,38 para turistas

Papel moeda varia de R$ 4,30 a R$ 4,38 para turistas

Gary Cameron/Reuters - 26.03.2015

A disparada recente do dólar assombra os brasileiros com viagem marcada para o exterior, com a moeda já comercializada a até R$ 4,56 nas casas de câmbio.

A valorização ocorre após o dólar comercial fechar esta sexta-feira (17) em alta de 1,62%, negociado a R$ 4,10, maior valor de fechamento desde 19 de setembro de 2018. Na semana, a moeda ficou 4% mais cara.

As cotações mais altas são encontradas pelos viajantes que optam pela compra do dólar no cartão pré-pago. O preço cobrado pela moeda norte-americana nesse tipo de operação varia de R$ 4,48 a R$ 4,56 casas de câmbio consultadas pelo R7 pouco antes do fechamento do mercado.

No papel moeda, os preços cobrados por cada dólar oscilam entre R$ 4,30 e R$ 4,38. Algumas das casas de câmbio admitem que as taxas são negociáveis e podem ser mais baixas de acordo com a forma de pagamento e a quantidade de dinheiro adquirida.

Política causou confusão que parou economia do país, avalia FGV

O valor mais alto da moeda no cartão pré-pago foi verificado na Cotação Câmbio e já levam em conta a adição de 6,38% de IOF (Imposto sobre Operações Financeiras).

Para a compra do dinheiro em espécie, Cotação e Confidence oferecem a moeda norte-americana pelo valor de R$ 4,38, valor que também já leva em conta a cobrança de 1,1% do imposto.

Nos casos específicos de dinheiro em espécie, a AGK e Getmoney oferecem a moeda pelo menor valor entre as empresas pesquisadas, de R$ 4,30. Na Ourominas, a taxa cobrada por cada dólar de papel é de R$ 4,31.

Já no cartão pré-pago, a cotação mais barata foi apresentada também pela AGK: R$ 4,48. A corretora é seguida por Ourominas e Getmoney, que cobram, respectivamente, R$ 4,50 e R$ 4,53 por cada real adicionado no cartão dos viajantes.

Últimas