Economia Economia brasileira cresce no primeiro trimestre de 2018, diz IBGE

Economia brasileira cresce no primeiro trimestre de 2018, diz IBGE

Riquezas do país aumentaram 0,4% em comparação com os últimos três meses de 2017. Foi o quinto resultado positivo neste tipo de confronto

  • Economia | Giuliana Saringer, do R7

Agronegócio puxou resultado positivo do PIB

Agronegócio puxou resultado positivo do PIB

Thinkstock

O PIB (Produto Interno Bruto), que é a soma de todas as riquezas brasileiras, cresceu 0,4% no primeiro trimestre de 2018 em comparação com os últimos três meses de 2017. A informação foi divulgada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta quarta-feira (30).

Quando se compara o trimestre atual com o imediatamente anterior, o resultado do 1º trimestre foi o quinto positivo, em trajetória iniciada nos primeiros meses de 2017. Antes disso, de 2016 para trás, porém, houve oito quedas consecutivas nesta base de comparação.

O resultado do IBGE contraria o IBC-Br, divulgado pelo Banco Central e considerado a "prévia do PIB". O indicador apontava para um recuo de 0,13% nos primeiros três meses de 2018.

O crescimento no trimestre foi impulsionado pela expansão de 1,4% da agropecuária, além da estabilidade da indústria e dos serviços (ambos com crescimento de 0,1%). 

A gerente de Contas Nacionais Trimestrais do IBGE, Cláudia Dionísio, explicou que a agropecuária está sujeita à sazonalidade, o que justifica a expansão de 1,4% frente ao quarto trimestre do ano passado e, por outro lado, o recuo 2,6% na comparação com ao primeiro trimestre de 2017.

“Aqui estamos comparando o primeiro trimestre, que tem safra de soja, com um trimestre que não tem esta safra. Precisamos considerar a sazonalidade”, disse.

Na indústria, houve expansão de 2,1% na atividade de eletricidade e gás, água, esgoto e limpeza urbana e de 0,6% na indústria extrativa mineral. Por outro lado, houve recuo na indústria de transformação (-0,4%) e na construção (-0,6%).

O PIB do primeiro trimestre do ano somou R$ 1,6 trilhão.

As riquezas brasileiras terminaram 2017 com crescimento de 1%, demonstrando melhora na economia, que havia registrado resultados negativos em 2015 e 2016 — ambos com recuo de 3,5%. 

Comparação do primeiro trimestre de 2017 e 2018

A economia brasileira cresceu 1,2% no primeiro trimestre de 2018 em comparação com o mesmo período de 2017. O resultado positivo foi impulsionado principalmente pelo crescimento dos serviços (1,5%) e da indústria (1,6%). 

O setor da agropecuária, também parte importante para a soma das riquezas brasileiras, recuou -2,6% no período. O consumo das famílias brasileiras demonstrou melhora, com crescimento de 2,8%. 

Últimas