Economia Economia brasileira cresce no segundo trimestre de 2018

Economia brasileira cresce no segundo trimestre de 2018

Este foi o sexto resultado positivo consecutivo, nesta comparação. Dados foram divulgados na manhã desta sexta pelo IBGE

Resultado do PIB

Setor de serviços se expandiu e puxou geração de riquezas no país no 2º trimestre

Setor de serviços se expandiu e puxou geração de riquezas no país no 2º trimestre

Donaldo Hadlich/Framephoto/Estadão Conteúdo – 30.06.2018

O PIB (Produto Interno Bruto), que é a soma de todas os bens e serviços produzidos pelo Brasil, cresceu 0,2% no segundo trimestre de 2018 em relação ao primeiro do mesmo ano, segundo os dados divulgados na manhã desta sexta-feira (31) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). 

Este foi o sexto resultado positivo do PIB depois de oito variações negativas nesta comparação. 

O crescimento do PIB foi impulsionado pelo desempenho do setor de serviços, com alta de 0,3%. A agropecuária se manteve estável e houve queda nos resultados da indústria (recuo de 0,6%). 

O PIB do período totalizou R$ 1,693 trilhão.

Em comparação com o mesmo trimestre do ano anterior, houve crescimento de 1%, sendo o quinto resultado positivo consecutivo nesta comparação. Houve crescimento de 1,2% nos serviços. Por outro lado, a agropecuária recuou 0,4% nessa comparação.

Arte/ R7

O PIB acumula alta de 1,1% no acumulado de um ano, período iniciado em julho de 2017 e encerrado em junho de 2018. 

Economia em 2017

Em 2017, a economia brasileira cresceu 1%, primeiro resultado positivo depois de dois anos de queda.

Agropecuária nem cresceu nem recuou no 2º tri

Agropecuária nem cresceu nem recuou no 2º tri

Paulo Whitaker/Reuters

As duas quedas consecutivas, em 2015 e 2016, foram de 3,5%. Em comparação aos anos anteriores, em 2017 o país teve altas na Agropecuária (13,0%) e nos Serviços (0,3%), e estabilidade na Indústria (0,0%). Isso quer dizer que, apesar de a economia brasileira apresentar recuperação em 2017, ainda não conseguiu repor as perdas do período de crise, uma vez que o PIB tinha recuado 3,5% nos anos anteriores.

O PIB da Agropecuária em 2017 apresentou o melhor resultado da série histórica iniciada em 1996.

    Access log