Economia EDP Brasil e BMW inauguram corredor de postos elétricos entre SP e RJ

EDP Brasil e BMW inauguram corredor de postos elétricos entre SP e RJ

Por Luciano Costa

SÃO PAULO (Reuters) - A elétrica EDP Brasil e a fabricante de veículos BMW investiram cerca de 1 milhão de reais para implementar uma série de postos para recarga de veículos elétricos entre as cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, o que segundo as empresas será o maior "corredor elétrico" da América Latina e permitirá a elas experimentar uma tecnologia que deverá crescer significativamente nas próximas décadas.

"Esse segmento de mobilidade elétrica é parte de uma transformação pela qual o setor elétrico passa hoje e é uma aposta estratégica da EDP a nível mundial --sermos um dos líderes dessa cadeia elétrica nesse processo de transformação em que caminhamos para uma tecnologia de baixo carbono", disse a jornalistas o presidente da EDP Brasil, Miguel Setas, em coletiva de imprensa para divulgar o projeto nesta quarta-feira.

As empresas estimam que o custo de viagem entre Rio e São Paulo com um veículo elétrico representaria apenas 25 por cento dos gastos de um automóvel movido a combustível fóssil. As recargas nos postos do corredor serão gratuitas até o final do ano.

"Neste momento, nosso objetivo principal é divulgar a tecnologia... Nossa preocupação não é neste momento criar condições para uma geração de receita muito significativa. A partir daí, depois poderemos construir um negócio que faça sentido tanto para quem faz o investimento (nos postos) como para quem usa", explicou Setas.

Ele lembrou que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou recentemente uma regulamentação para a recarga de veículos elétricos que prevê que essa será uma atividade liberalizada, o que significa que as empresas poderão praticar preços livres nos postos de recarga.

O CEO do BMW Group Brasil, Helder Boavida, lembrou que o Brasil já adota a tecnologia flex para uso de biocombustível nos automóveis e disse acreditar que a tecnologia elétrica não será "um inimigo" para o etanol.

"O que vai acontecer no futuro é um mix de soluções, mas pelo que já existe em mercados europeus e na China vemos que o carro elétrico é uma tendência inegável", afirmou.

O corredor de postos elétricos lançado pelas empresas começará a operar oficialmente na próxima semana, com seis estações de recarga e uma distância máxima entre as unidades de cerca de 120 quilômetros.

None

(Por Luciano Costa)

    Access log