Economia Empregados dos Correios desistem de greve na véspera da Black Friday

Empregados dos Correios desistem de greve na véspera da Black Friday

Sindicatos aceitaram a proposta apresentada pela empresa, e a paralisação foi suspensa; acordo pode ser fechado no dia 28

  • Economia | Da Agência Brasil

Consumidores fazem pesquisas na Black Friday

Consumidores fazem pesquisas na Black Friday

RENATO S. CERQUEIRA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO-22/11/2023

Na véspera da Black Friday, nesta sexta-feira (24), os trabalhadores dos Correios de Rio de Janeiro, São Paulo, Maranhão e Bauru (SP) desistiram de entrar em greve por tempo indeterminado. Os de Tocantins, que já estavam em greve, suspenderam a paralisação.

É que os sindicatos decidiram aceitar a proposta da Empresa Brasileira de Correios Telégrafos apresentada no fim da tarde desta quarta-feira (22) e aprovada na assembleia dos trabalhadores na noite do mesmo dia.

De acordo com a Findect (Federação Interestadual dos Sindicatos dos Trabalhadores e Trabalhadoras dos Correios), a empresa atendeu às reivindicações da categoria e enviou para os sindicatos um termo aditivo, comprometendo-se a fechar um acordo, no próximo dia 28, para que os trabalhadores desistissem da greve.

Entre as cláusulas do documento estão reajuste salarial de 3,53% a partir de janeiro de 2024, reajuste no vale-refeição, concessão de um vale extra no valor de R$ 1.500 no dia 15 de dezembro e antecipação de 50% do 13º salário para aqueles que optarem por receber a gratificação natalina no seu período de férias, de janeiro a novembro.

Arte/R7
Últimas