Inflação

Economia Metade das negociações salariais tem ganho acima da inflação em junho

Metade das negociações salariais tem ganho acima da inflação em junho

Reajuste médio é de 12% no período, ante o INPC acumulado de 11,9%. Em maio, o reajuste foi de 12,3%, ante INPC de 12,5%

  • Economia | Camila Nascimento*, do R7

Nos últimos 12 meses, 16,2% dos salários foram reajustados acima da inflação

Nos últimos 12 meses, 16,2% dos salários foram reajustados acima da inflação

José Cruz/Agência Brasil

Metade das negociações salariais dos trabalhadores brasileiros resultou em um ganho real (acima da inflação) em junho. O percentual é superior ao de maio, 17,4%. O valor também é maior do que o registrado em 2022 (22,9%) e nos últimos 12 meses (16,2%). Os dados são do Salariômetro, feito pela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas).

Em junho, 43,8% dos reajustes salarias foram iguais ao INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) do período. Já 6,3% ficaram abaixo da inflação. Mas o aumento do salário médio em junho foi de 10,6% e ficou abaixo ao do mês anterior (11,2%). Mesmo assim conseguiu ultrapassar o percentual registrado em 2022 (10%) e nos últimos 12 meses (9.4%).

A pesquisa mostrou ainda que a remuneração dos trabalhadores não apresentou ganho real em relação ao INPC dos últimos 12 meses, que acumula alta de 11,9%. Os profissionais não têm um reajuste real significativo desde de setembro de 2021, quando o índice passou a ser nulo, após as remunerações se retraírem 0,9% em agosto e 1,6% em julho do ano passado.

O valor médio dos salários foi de R$ 1.610 em junho, quantia maior que a de maio (R$ 1.581). O aumento fica ainda mais expressivo se comparado ao do último ano (R$ 1.477) e a 2022 (R$ 1.485).

* Estágiaria do R7, sob supervisão de Ana Vinhas

Últimas