Economia Natura acerta compra da Avon para formar grupo de R$ 40 bilhões

Natura acerta compra da Avon para formar grupo de R$ 40 bilhões

Transação que une as duas marcas mais populares de maquiagem no Brasil deverá criar o quarto maior grupo de beleza do mundo

Natura e Avon

Acionistas da Natura terão 76% da companhia

Acionistas da Natura terão 76% da companhia

Paulo Whitaker/Reuters

A Natura anunciou nesta quarta-feira (22) o acordo para compra da norte-americana Avon em uma transação baseada em troca de ações e que deverá criar o quarto maior grupo de beleza do mundo, segundo a companhia brasileira.

A transação, que une as duas marcas mais populares de maquiagem no Brasil, prevê que os acionistas da Natura terão 76% da companhia combinada, que terá receita anual de mais de R$ 40,4 bilhões (US$ 10 bilhões), cerca de 40 mil funcionários e presença em cem países.

Mercado de cosméticos aposta na inovação para expandir no Brasil

Segundo a Natura, a transação prevê sinergias anuais de R$ 606 milhões (US$ 150 milhões) a R$ 1 bilhão (US$ 250 milhões) por ano.

As ações da Natura fecharam o dia em alta de 9,4%, atingindo o recorde de R$ 61,50. Já as ações da Avon saltaram cerca de 9%, cotadas a R$ 14,09 (US$ 3,49).