Economia Pix volta a funcionar após sistema passar por instabilidade

Pix volta a funcionar após sistema passar por instabilidade

Problemas com pagamentos e transações ocorreram entre 20h30 e 21h45 de sexta-feira (3); BC confirmou que foi normalizado

  • Economia | Do R7

RAFAEL VIEIRA/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO-27/12/2021

Após uma falha no sistema na noite de sexta-feira (3), o Pix voltou a funcionar normalmente. O BC (Banco Central do Brasil) confirmou que houve uma instabilidade na plataforma de pagamento, por cerca de 1h15, impossibilitando os pagamentos e as transferências. O sistema foi normalizado a partir das 21h45 de ontem.

"Os sistemas do Banco Central do Brasil responsáveis pelo processamento do Pix apresentaram instabilidade entre 20h32 e 21h45. A partir das 21h45 os sistemas voltaram a operar normalmente. Possíveis lentidões podem ainda ocorrer em função do acúmulo de transações durante o período de instabilidade", informou o Banco Central do Brasil.

Em janeiro deste ano, o Pix passou a operar com novas regras sobre limites das transações. Com as alterações, as operações do sistema de pagamento instantâneo do BC (Banco Central) deixaram de ter um valor-limite por transação.

Além disso, é possível transferir todo o limite diário disponível na conta em um único envio. Também não há mais limite para a transferência para contas de pessoas jurídicas, como empresas, que agora é determinado pelas regras de cada instituição financeira.

O BC também promoveu alteração no regulamento do Pix para facilitar o recebimento de recursos por correspondentes bancários, a exemplo do que já ocorre com as lotéricas, e viabilizar o pagamento de salários, aposentadorias e pensões pelo Tesouro Nacional por meio do sistema.

Últimas