Economia Preços de ferrosos caem na China com restrição do consumo por Covid-19

Preços de ferrosos caem na China com restrição do consumo por Covid-19

MINERIO-CHINA-PRE-OS:Preços de ferrosos caem na China com restrição do consumo por Covid-19

Reuters - Economia

PEQUIM (Reuters) - Os contratos futuros de ferrosos na China caíram na sexta-feira, com os preços do aço chegando a perder mais de 2%, já que as restrições da Covid-19 desaceleraram a produção nas usinas e atingiram o consumo.

O consumo aparente dos principais produtos siderúrgicos na China ficou em 9,6 milhões de toneladas nesta semana, queda de 3% em relação à semana anterior, segundo cálculo da Reuters com base em dados de produção e estoque compilados pela consultoria Mysteel.

O vergalhão de aço na Bolsa de Futuros de Xangai, para entrega em outubro, fechou em baixa de 1,4%, a 5.019 iuanes (788,89 dólares). Na semana, a queda foi de 2,7%.

Os futuros de bobinas laminadas a quente, usadas ​​em carros e eletrodomésticos, caíram 0,8% nesta sexta-feira, para 5.195 iuanes por tonelada, e fecharam a semana com recuo de 2,3% na semana.

Os preços do aço inoxidável na bolsa de Xangai, para entrega em maio, caíram 2,8%, para 20.025 iuanes por tonelada.

Já os preços dos ingredientes siderúrgicos na Dalian Commodity Exchange tiveram comportamentos mistos.

Os futuros de minério de ferro de referência na bolsa de commodities de Dalian, para entrega em setembro, fecharam em alta de 0,7%, a 919 iuanes por tonelada, enquanto o minério de ferro spot de 62%, avaliado pela consultoria SteelHome, caiu 1,5 dólares, para 155,50 dólares a tonelada nesta sexta-feira.

"O impacto na demanda de produtos acabados e no transporte de matérias-prima deste surto da pandemia ainda continua, a demanda de curto prazo (por minério de ferro) dificilmente terá aumento significativo", escreveu a Haitong Futures em nota.

(Por Min Zhang em Pequim e Enrico Dela Cruz em Manila)

Últimas