Economia Prévia da FGV mostra retração de 0,7% do PIB em outubro

Prévia da FGV mostra retração de 0,7% do PIB em outubro

Estimativa aponta que a soma de bens e serviços produzidos no Brasil até outubro de 2021 foi de R$ 7,162 trilhões

  • Economia | Do R7

Pilar Olivares/Reuters - 8.7.2019

O Monitor do PIB (Produto Interno Bruto) mostra que a economia nacional encolheu 0,7% na atividade econômica no mês de outubro em comparação a setembro, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (17) pela FGV (Fundação Getulio Vargas).

Em termos monetários, estima-se que o PIB no acumulado do ano até outubro de 2021, em valores correntes, tenha sido de R$ 7,162 trilhões.

No acumulado dos últimos 12 meses, a atividade econômica nacional manteve a tendência de desaceleração ao terminar outubro com alta de 4,2%, patamar que deve ser sustentado até o fim de 2021. "O crescimento do ano será garantido pelo consumo das famílias e do governo", diz o coordenador responsável pelo indicador, Claudio Considera.

Conforme o levantamento, houve um crescimento de 1% no trimestre móvel encerrado em outubro em comparação com o período entre maio e julho. Considera, no entanto, afirma que os dados mostram que a economia brasileira continua estagnada.

"Há que levar em conta que o mês de outubro do ano passado teve resultado negativo, o que tornaria mais fácil crescer neste ano. Considerando a comparação mensal, os serviços cresceram puxados por Outros Serviços; a única exceção foi o Comércio. A indústria apresentou resultado negativo puxado pela forte queda da indústria de transformação, enquanto a agropecuária apresentou forte crescimento", analisa ele. 

Na comparação com o mesmo trimestre do ano passado, o consumo das famílias cresceu 1,9%, e o componente de serviços foi o único a apresentar crescimento. Já na série com ajuste sazonal, o consumo das famílias apresentou avanço de 0,6% em comparação ao trimestre anterior.

Últimas