Economia Prévia indica alta de 28,64% para aluguéis que vencem em março

Prévia indica alta de 28,64% para aluguéis que vencem em março

Variação de 2,29% registrada na segunda prévia do IGP-M de fevereiro deve manter trajetória de alta do indicador

  • Economia | Do R7

IGP-M acumula alta de quase 30% em 12 meses

IGP-M acumula alta de quase 30% em 12 meses

Pixabay

A segunda prévia de fevereiro para o IGP-M (Índice Geral de Preços - Mercado), utilizado para reajustar a maioria dos contratos de aluguel no Brasil, aponta para um reajuste de 28,64% no preço dos contratos de locação com vencimento em março.

De acordo com a FGV (Fundação Getulio Vargas), a nova valorização do IGP-M foi causada por uma alta de 2,29% registrada na segunda prévia do indicador no mês de fevereiro, o que deve manter a disparada iniciada em maio do ano passado. Desde então, o índice acumula oito altas consecutivas.

A alta de fevereiro é guiada pelo avanço de preços dos três indicadores que compõem o índice: Índice de Preços ao Produtor Amplo (+2,98%), Índice de Preços ao Consumidor (+0,29%) e Índice Nacional de Custo da Construção (+1%).

Os principais saltos estão relacionados a matérias-primas (+5,71%) e aos bens intermediários (+3,76%). “Nesta apuração, os destaques foram: minério de ferro (4,41%), soja (5,89%) e bovinos (9,16%)”, afirma o coordenador dos índices de preços da FGV, André Braz.

O cálculo do IGP-M, divulgado mensalmente pela FGV (Fundação Getulio Vargas) considera a variação de preços de bens e serviços, bem como de matérias-primas utilizadas na produção agrícola, industrial e construção civil. Por isso, a variação é diferente da apresentada pela inflação oficial, que calcula os preços com base em um cesta de bens determinada para famílias com renda de até 40 salários mínimos.

Últimas