Economia Reajuste de mais da metade dos salários supera a inflação em outubro

Reajuste de mais da metade dos salários supera a inflação em outubro

O reajuste mediano superou a inflação em 0,9 ponto percentual. Isso não ocorria desde dezembro de 2019 

A prévia de novembro mostra que 62,8% das negociações resultaram em reajustes positivos

A prévia de novembro mostra que 62,8% das negociações resultaram em reajustes positivos

ADRIANA TOFFETTI/ATO PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO-20/07/2022

As negociações coletivas firmadas no mês de outubro superaram a reposição da inflação a mais de dois terços (67,8%) das categorias. Outros 16,6% tiveram reajuste iguais ao INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), acumulado nos últimos 12 meses em 7,2%, e 15,5% ficaram abaixo.

O reajuste mediano superou a inflação em 0,9 ponto percentual. Isso não ocorria desde dezembro de 2019, segundo dados do Salariômetro, apresentados nesta quinta-feira (24) pela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas).

A prévia de novembro mostra que 62,8% das negociações resultaram em reajustes
reais positivos. Os acordos foram mais generosos do que as convenções, de acordo com o boletim sobre mercado de trabalho e negociações coletivas da Fipe.

"De 2021 para 2022, percebe-se um claro movimento dos reajustes para acima do INPC", informa o texto.

Conforme os dados coletados com base em informações do Ministério da Economia, apenas os profissionais que atuam na indústria de joalheria (+0,76%), em vigilância e segurança (0,26%), em confecções e vestuários (0,03%) e em outros serviços (+0,02%) conquistaram um reajuste salarial acima do INPC entre os meses de janeiro e outubro.

Últimas