Economia Reformas serão retomadas após situação emergencial, diz Guedes

Reformas serão retomadas após situação emergencial, diz Guedes

Ministro da Economia afirma que o governo vai acelerar as reformas nos próximos meses para levar o Brasil para uma direção liberal

  • Economia | Da Agência Brasil

Guedes avalia que recessão pode virar depressão

Guedes avalia que recessão pode virar depressão

Adriano Machado/Reuters - 16.03.2020

O governo vai retomar as reformas econômicas assim que a situação emergencial gerada pela pandemia do novo coronavírus passar, afirmou o ministro da Economia, Paulo Guedes, nesta quarta-feira (17), durante um evento virtual organizado pela Acton Institute, instituição americana religiosa de pesquisa e ensino.

Leia mais: Paulo Guedes critica tensão entre Poderes

“Gastamos duas vezes mais que países emergentes e 10% mais que a média dos países avançados [para combater os feitos da pandemia]. Então agora que estamos finalizando nossos programas emergenciais, vamos voltar às reformas nos próximos 60, 90 dias”, disse Guedes. Segundo o ministro da Economia, o governo vai acelerar as reformas e levará o país para uma direção liberal.

Guedes enfatizou que o Brasil vai superar a pandemia, com senso de cooperação e preservação de vidas. Para ele, em seguida será preciso enfrentar a segunda onda da crise que é a econômica. O ministro disse que a recessão pode se transformar em depressão econômica se os efeitos da crise não forem combatidos.

Últimas