Economia Se governo aprovar, Caixa diz que vai pagar novas parcelas do auxílio

Se governo aprovar, Caixa diz que vai pagar novas parcelas do auxílio

Presidente do banco repercutiu reportagem do R7 e afirmou que a decisão de pagar mais prestações do benefício é de Jair Bolsonaro e de Paulo Guedes

  • Economia | Do R7

Pedro Guimarães diz só aguardar o ok de Guedes

Pedro Guimarães diz só aguardar o ok de Guedes

José Dias/PR - 20.04.2020

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, afirmou nesta sexta-feira (26) que o banco vai fazer o pagamento das três novas parcelas do auxílio emergencial assim que forem autorizadas pelo governo federal. 

"Este é um anúncio do presidente Jair Bolsonaro e do meu chefe, o ministro Paulo Guedes. Claramente, se houver [mais parcelas], a Caixa pagará. Não posso falar mais do que isso", afirmou Guimarães. 

Veja o calendário das novas parcelas do auxílio de R$ 600 a 40 milhões

Guedes deu o sinal verde para o governo federal pagar mais três parcelas do auxílio emergencial, nos valores de R$ 500, R$ 400 e R$ 300, em sequência, conforme antecipou o R7 Planalto nesta sexta.

Em um primeiro momento, o ministério havia determinado o pagamento apenas das três primeiras parcelas de R$ 600. No entanto, como o país ainda sofre os impactos da pandemia do coronavírus, o benefício deve ser ampliado. 

O prazo para solicitar o benefício termina em 2 de julho deste ano.

Últimas