Economia Seis em cada dez brasileiros não planejam aposentadoria 

Seis em cada dez brasileiros não planejam aposentadoria 

Orçamento apertado é principal justificativa apontada na pesquisa divulgada pela CNDL e pelo SPC nesta segunda-feira (18)

  • Economia | Juliana Moraes, do R7

Seis em cada 10 brasileiros não planejam aposentadoria

Seis em cada 10 brasileiros não planejam aposentadoria

Adriana Toffetti/A7 Press/Folhapress/18.09.2018

Seis em cada 10 brasileiros ainda não se preparam para aposentadoria, de acordo com dados divulgados pela CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) e pelo SPC (Serviço de Proteção ao Crédito), em parceria com o BCB (Banco Central do Brasil) nesta segunda-feira (18).

A pesquisa aponta que 59% dos brasileiros admitem não ter um planejamento para garantir um futuro financeiro na hora de deixar de trabalhar, enquanto apenas 41% têm se preocupado com a aposentadoria. Nas classes A e B, o percentual de quem se preocupa com a aposentadoria chega a 55%.

Entre os que não fazem planejamento financeiro para a aposentadoria, 36% dizem não sobrar dinheiro no orçamento e 18% alegam que não têm planejamento porque estão desempregados. Para outros 17%, a justificativa é a de que não vale a pena guardar o pouco dinheiro que sobra no fim do mês.

“Estima-se que a participação da população acima de 65 anos na sociedade brasileira passe dos atuais 9% para 25% em 2060, segundo projeções do IBGE. Será cada vez mais importante começar a pensar em uma complementação ainda jovem e não apenas quando se aproxima do momento de parar de trabalhar”, explica Marcela Kawauti, economista-Chefe do SPC Brasil.

A pesquisa ainda mostrou os meios mais comuns que os brasileiros se preparam para a aposentadoria: aplicações financeiras (42%), principalmente a previdência privada (20%), e outros ativos financeiros, como ações, títulos ou fundos (20%).

Para 35% dos entrevistados, os recursos do INSS servirão de renda. Já 16% dos brasileiros dizem que dependerão de terceiros, tais como cônjuges, filhos ou outras pessoas da família. Outros 37% disseram que, ao se aposentar, pretendem continuar ativos no mercado de trabalho.

Imprevistos

A pesquisa buscou também saber como os brasileiros lidam com situações inesperadas no cotidiano. De acordo com os dados, 39% dos pesquisados não seriam capazes de arcar com gastos imprevistos, equivalentes ao seu ganho mensal, sem recorrer à ajuda de terceiros ou a um empréstimo. Porém, 42% teriam condições de cobrir despesas extras desse tamanho.

Em caso de dificuldades financeiras, entrevistados ouvidos alegaram que conseguiriam sustentar, em média, até cinco meses o padrão de vida atual. Por outro lado, 20% dos brasileiros não sabem por quanto tempo conseguem manter o padrão.

Metodologia

A pesquisa, que contempla as 27 capitais, conta com 804 casos. As pessoas ouvidas são acima de 18 anos, de todas as classes sociais e ambos os gêneros. A margem de erro é de 3,5 pontos percentuais e a confiança é de 95%.

Últimas