Economia Sindicato orienta funcionário da Americanas a denunciar demissões

Sindicato orienta funcionário da Americanas a denunciar demissões

A entidade visita lojas e emite comunicado para trabalhadores; internamente, já avalia o caso em reuniões com o setor jurídico

  • Economia | Do R7

Fachada de loja da Americans na rua Barão de Itapetininga, no centro de São Paulo

Fachada de loja da Americans na rua Barão de Itapetininga, no centro de São Paulo

Edu Garcia/R7 - 19.01.2023

O que pode acontecer com os 44 mil trabalhadores da Americanas com o pedido de recuperação judicial, aprovado na quinta-feira (19)? O risco de demissões existe, e, por isso, o Sindicato dos Comerciários de São Paulo já iniciou uma rodada de visitas às lojas da rede, para orientar os funcionários sobre seus direitos. 

"Isso foi uma surpresa para o Sindicato dos Comerciários de São Paulo e deixou a entidade extremamente preocupada", diz um comunicado enviado aos trabalhadores da varejsta na tarde desta sexta (20).

Continua o texto: "Assim, o Sindicato iniciou uma série de visitas às lojas do grupo Americanas, para orientar os trabalhadores e estabelecer um canal de diálogo e receber relatos sobre eventuais problemas no cotidiano das lojas. Além disso, o sindicato:

• Defende o não fechamento de lojas e a manutenção dos empregos;
• Coloca toda a sua estrutura à disposição dos trabalhadores e trabalhadoras, em especial, o departamento jurídico".

Aviso publicado no site do Sindicato dos Comerciários de São Paulo
Aviso publicado no site do Sindicato dos Comerciários de São Paulo Reprodução da Internet

A página inicial do site do Sindicato dos Comerciários também tem um aviso para os funcionários da Americanas, para que entrem em contato com a entidade se observarem qualquer "movimento atípico", ou seja, alguma mudança na rotina de trabalho, orientação incomum ou irregularidade. 

"O Sindicato zela pelos seus direitos e bem-estar, aqui você encontra um espaço seguro para denunciar as irregularidades da empresa em que trabalha, para investigarmos e entrarmos em ação. Seja o mais detalhista possível na sua denúncia, quanto mais informação melhor!", consta em uma página interna do sindicato.

Últimas