Educação Aprovado em 1º lugar em medicina na USP dá dicas sobre a Fuvest

Aprovado em 1º lugar em medicina na USP dá dicas sobre a Fuvest

Diego Araújo, de Belo Horizonte (MG), sugere rotina equilibrada de estudos a quem quer ingressar em uma universidade pública

  • Educação | Alex Gonçalves, do R7*

Diego Franco Araújo, 19 anos, é de Belo Horizonte e vai cursar medicina na USP

Diego Franco Araújo, 19 anos, é de Belo Horizonte e vai cursar medicina na USP

Divulgação/Arquivo pessoal

Aos 19 anos, Diego Franco Araújo foi aprovado em primeiro lugar em medicina na USP (Universidade de São Paulo), o curso mais disputado do vestibular da Fuvest.

Medicina foi o curso mais concorrido do vestibular deste ano. Na capital, na relação candidato/vaga, 124,8 candidatos disputaram uma vaga, e, em Ribeirão Preto, a concorrência foi de 100,8 por vaga. "Eu ainda estou anestesiado, sem acreditar que passei em primeiro lugar", diz Diego.

Natural de Belo Horizonte (MG), Diego fez cursinho Anglo online para se preparar para o vestibular. Ele sugere dicas para uma rotina equilibrada de estudos àqueles que também desejam ser aprovados e ver o nome nas listas dos principais vestibulares do país. Confira:

1. Seja prático na rotina de estudos

Diego orienta os estudantes a não criarem métodos muito diferentes para os estudos, o que em vez de ajudar pode até reduzir o desempenho na prova. "Às vezes você acaba perdendo muito tempo planejando como estudar e não sai do lugar, é melhor ser prático e objetivo", diz.

2. Faça simulados

"Eu nunca parei de fazer os testes para acompanhar a minha evolução de estudos e ter um melhor direcionamento em alguma disciplina que requer maior atenção."

3. Tenha disciplina

Para Diego, este foi o fator determinante para o sucesso. "No início, com a pandemia, foi muito difícil, mas consegui contornar e retomar minha rotina de estudos com disiciplina", conta ao lembrar dos desafios impostos pela Covid-19.

4. Autoconhecimento

Ainda de acordo com o jovem, poder se conhecer e autoavaliar permitiu a chance de assimilar o conteúdo até mesmo no dia da prova. "Eu sei que isso não iria me atrapalhar, e sim agregar", afirma.

5. Estude, mas tenha momentos de lazer

"Isso é essencial para que você possa ter uma rotina mais leve, e não significa que você não estará focado nos seus objetivos."

O futuro médico já conta os dias para a mudança para São Paulo e o início das aulas, ainda sem acreditar na conquista obtida. "A ficha ainda não caiu."

*Estagiário do R7, sob supervisão de Karla Dunder

Últimas