Educação Casa Civil exonera assessor especial de Vélez e chefe de gabinete

Casa Civil exonera assessor especial de Vélez e chefe de gabinete

Decisão de Onyx Lorenzoni foi publicada no DOU e já determina uma nova nomeação para o gabinete do ministro da Educação

Lorenzoni assinou decisão publicada no DOU desta quinta-feira (04)

Lorenzoni assinou decisão publicada no DOU desta quinta-feira (04)

Mateus Bonomi/Agif/Folhapress - 29.01.2019

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, assinou nesta quinta-feira (04) a exoneração do assessor especial do ministro da Educação, Bruno Meirelles Gaschagen, e da chefe de gabinete do ministro, Josie Priscila Pereira de Jesus. A decisão foi publicada no DOU (Diário Oficial da União). 

Atualmente, o MEC (Ministério da Educação) é comandado por Ricardo Vélez Rodríguez

O texto também determina a nomeação de Marcos de Araújo para assumir o cargo de chefe de gabinete. 

O governo ainda não informou quem vai assumir o cargo de assessor especial. 

Essa não é a primeira exoneração do MEC. Entre as demissões ocorridas desde que Veléz assumiu o cargo, em janeiro de 2019, houve demissões na Secretaria de Educação, na chefia do Fundo Nacional para o Desenvolvimento da Educação, no INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), entre outras.