Educação Confira o resultado do Sisu; matrícula começa na segunda (19)

Confira o resultado do Sisu; matrícula começa na segunda (19)

Estudantes devem fazer a matrícula diretamente no site das universidades; estão abertas as inscrições para a lista de espera 

  • Educação | Do R7

Estudantes já podem consultar o resultado do Sisu na página da internet

Estudantes já podem consultar o resultado do Sisu na página da internet

Tânia Rêgo/Agência Brasil

O MEC (Ministério da Educação) divulgou nesta sexta-feira (16) o resultado do Sisu (Sistema de Seleção Unificada) do primeiro semestre, que seleciona estudantes para universidades públicas do país.

Para conferir o resultado, os candidatos devem acessar a página do Sisu na internet ou conferir o boletim.

O sistema de seleção possui apenas uma chamada e os estudantes devem ficar atentos ao calendário de matrícula (entre os dias 19 e 23 de abril). A matrícula deverá ser realizada diretamente nos sites das instituições de ensino.

Aqueles que não forem aprovados podem se inscrever na lista de espera entre esta sexta-feira (16) e o dia 23 de abril. A convocação dos aprovados em lista de espera será divulgada no dia 27 de abril.

Sisu

São oferecidas 209.190 vagas em instituições públicas de ensino superior. As vagas serão distribuídas em 5.685 cursos de 110 instituições de ensino de todo o país. Os candidatos com melhor classificação são selecionados, de acordo com suas notas no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e que não tenham tirado zero na redação.

Após uma série de reclamações do estudantes, o MEC desistiu de usar a "dupla classificação" e voltou ao sistema usado até 2019, que permite ao estudante ter uma noção melhor das reais chances de conseguir uma vaga em uma universidade ou não.

O Sistema levava em consideração a primeira opção de curso assinalada pelo candidato para a concorrência. No ano passado, o MEC alterou esse método de classificação sem aviso e introduziu um novo modelo em que as duas opções são computadas na disputa por vagas.

Como a matrícula é realizada em apenas uma opção de curso e universidade, o desempenho no Enem de um candidato podia inflar artificialmente as notas de corte já que a outra escolha do aluno não vale após o fechamento do sistema.

Últimas