Conheça quais são os melhores cursos de EAD do país

Ranking inédito avaliou mais de 200 cursos em todo o Brasil, levando em conta a qualidade técnica e a reputação no mercado de trabalho

Ranking destaca os principais cursos do país

Ranking destaca os principais cursos do país

Divulgação / MCTIC / Agência Brasil

Escolher um curso à distância nem sempre é fácil. Muitas ofertas no mercado, mas nem sempre é possível saber se a qualidade corresponde às expectativas. No portal do MEC (Ministério da Educação) é possível conferir quais as instituições de graduação e pós são certificadas, mas não avalia cursos livres, por exemplo. Para ajudar os estudantes nesse processo de escolha, foi lançado um ranking inédito que reúne cursos EAD de todo o país.

Leia mais: Ensino à distância vale a pena? É mais fácil? Entenda como funciona

“Ao contrário do que acontece com os cursos presenciais - contemplados por rankings universitários já bastante conhecidos -, não havia, até hoje, um ranking voltado especificamente para o ensino a distância” explica Gabriela Pereira, diretora regional do Canvas, instituto responsável pelo EAD Ranking.

O projeto contou com o apoio da Associação Brasileira de Educação a Distância (ABED), da Associação Brasileira de Treinamento e Desenvolvimento (ABTD), da Rede Brasileira de Pesquisa em Rankings, Índices e Tabelas, Classificatórias na Educação Superior (Rede Rankintacs) e do Grupo Gestão RH, o projeto tem como objetivo premiar cursos que estão se destacando e incentivando as melhores práticas na educação a distância.

Esse tipo de avaliação ajuda o estudante a não perder tempo, nem dinheiro visto que o número de cursos à distância tem crescido no Brasil. Segundo o Censo da Educação Superior, realizado pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), as matrículas no EAD alcançaram quase 1,8 milhão em 2017, o equivalente a 21,2% do total de matrículas em todo o ensino superior.

Semelhante aos rankings universitários tradicionais, o EAD Ranking inclui mais de 200 cursos, em diversos níveis e áreas de interesse. “Avaliamos cursos livres, técnicos e de extensão e utilizamos como critério a capacidade tecnológica, a proporção de professores e tutores e a reputação no mercado de trabalho”, diz.

O curso de maior pontuação no Brasil foi um pós-graduado em Gestão Pública com ênfase em Auditoria e Controle na FECAP de São Paulo, seguido pelo curso de Assistente Administrativo, do Senai RJ e a Pós-Graduação em Produção de Grãos, pela Rehagro, de Minas Gerais. Para conferir o ranking, acesse o site.

Como observa Gabriela, em um país tão grande quanto o Brasil, o ensino a distância oferece a milhares de estudantes a oportunidade de acessar conteúdos educacionais de alta qualidade sem ter que sair de casa. “Facilitou muito para uma pessoa do interior, por exemplo, fazer um curso que antes só teria em São Paulo, a EAD encurta distâncias, mas é preciso saber escolher.”