Educação Enem 2023: saiba como conferir se você terá direito ao atendimento especializado durante a prova

Enem 2023: saiba como conferir se você terá direito ao atendimento especializado durante a prova

Candidatos que não tiveram seus pedidos aceitos podem entrar com recurso entre os dias 26 a 30 de junho

Resumindo a Notícia
  • Os candidatos podem entrar com recurso por meio da Página do Participante.

  • Para reavaliação do Inep, é necessário apresentar uma nova documentação.

  • O resultado final do pedido será divulgado no dia 5 de julho pelo Inep.

  • O Inep pode negar os pedidos de recursos e tratamento pelo nome social.

O Enem 2023 será aplicado em novembro

O Enem 2023 será aplicado em novembro

Reprodução/Escola Educação

O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) divulga nesta segunda-feira, dia 26, o resultado prévio dos pedidos de atendimento especializado para uso de recursos e tratamento pelo nome social nas provas do Enem 2023.

Para conferir se o pedido foi aceito, o candidato deve entrar na Página do Participante do Inep e realizar o login para saber o resultado.

No caso de reprovação da documentação anexada, o participante pode entrar com recurso para que uma nova análise seja feita.

·         Compartilhe esta notícia no Whatsapp
·         Compartilhe esta notícia no Telegram

Para entrar com o recurso, é necessário anexar novos documentos que comprovem e justifiquem o pedido do candidato.

A apresentação da nova documentação deve ser feita entre os dias 26 e 30 de junho, até as 23h59, na Página do Participante do Inep. O resultado final será divulgado no dia 5 de julho.

A professora Daniela Jungles, do curso de psicologia do UniCuritiba, afirma ao R7 que, durante os meses de preparação para a prova, que ocorre em novembro, é importante evitar que a pressão por um bom resultado atrapalhe o desempenho.

"Fuja de pensamentos como 'e se eu não conseguir boa nota?', 'e se eu for mal na redação?', 'e se eu não conseguir uma vaga na universidade?'. Traga à memória boas lembranças, que despertem sentimentos prazerosos", diz.

Reservar alguns minutos diários para meditar, focando a respiração e as sensações corporais presentes, é a sugestão da neurocientista Livia Ciacci, do curso Supera.

"A atenção plena ajuda a reduzir o estresse ao nos manter presentes no momento atual, evitando que fiquemos presos a pensamentos ansiosos sobre o futuro ou arrependimentos do passado. Quando estamos livres do estresse, nosso cérebro pode funcionar de maneira mais eficiente, tornando o aprendizado mais fácil e agradável."

Já para a véspera do exame, a dica de Jungles é descansar: "Ouça música, tome um banho morno e faça alongamentos para aliviar a tensão da musculatura. Isso tudo ajuda na concentração, na criatividade, no restabelecimento do foco, no controle emocional, no conforto físico, na melhoria do humor e no aumento da disposição".

*Sob supervisão de Vivian Masutti

VEJA TAMBÉM: Da branca à preta: professor cria estratégia de estudo que divide vestibulandos em faixas marciais

Últimas