Educação Inscrições para o ProUni terminam nesta sexta; saiba como se cadastrar

Inscrições para o ProUni terminam nesta sexta; saiba como se cadastrar

Programa oferece cerca de 400 mil bolsas integrais e parciais em universidades privadas; inscrições devem ser feitas pela internet

  • Educação | Giovana Cardoso, do R7, em Brasília

Programa vai oferecer cerca de 400 mil bolsas

Programa vai oferecer cerca de 400 mil bolsas

Rafa Neddermeyer/Agência Brasil

Estudantes interessados em participar do processo seletivo do ProUni (Programa Universidade para Todos) têm até as 23h59 desta sexta-feira (2) para realizar a inscrição pelo Portal Único de Acesso ao Ensino Superior. O programa oferece bolsas de estudo integrais e parciais em instituições de ensino superior privadas. As inscrições devem ser feitas exclusivamente pela internet e são gratuitas.

O programa vai oferecer cerca de 400 mil bolsas, sendo 308.977 integrais e 97.451 parciais, distribuídas em  15.482 cursos de 1.028 instituições. Nesta edição, o processo seletivo será formado por duas chamadas sucessivas, que terão os resultados disponíveis nos dias 6 e 27 de fevereiro.    

Até esta quarta-feira (31), 1,1 milhão de pessoas haviam se candidatado.  Para participar do processo é preciso estar inscrito no login único do governo federal e criar uma conta no Gov.BR. Os já cadastrados podem realizar o  login com o Cadastro de Pessoa Física (CPF) e a senha.   

Confira o cronograma do programa:

• Inscrições: 29 de janeiro a 2 de fevereiro

• Resultado da 1ª chamada: 6 de fevereiro

• Resultado da 2ª chamada: 27 de fevereiro

• Manifestação de interesse na lista de espera: 14 e 15 de março

• Resultado lista de espera: 18 de março

Quem pode se inscrever?

Professores da rede pública

• Professores da rede pública de ensino que dão aula na educação básica e fazem parte do quadro de pessoal definitivo da instituição pública. Nesse caso, os solicitantes podem concorrer exclusivamente a vagas de licenciatura.

Estudantes com necessidades especiais

• Deverá ter cursado todo o ensino médio na rede pública; ter participado da edição do Enem imediatamente anterior ao processo seletivo de que está participando, com média igual ou superior a 450 pontos e nota maior que zero na redação; não ter diploma de ensino superior, ser portador de necessidades especiais graves e ser de família com renda de até 3 salários mínimos mensais por pessoa.

Estudantes da rede pública e rede privada

• Neste caso, o candidato deverá ter cursado todo o ensino médio na rede pública ou ter sido bolsista integral ou parcial na rede privada; ter participado da edição do Enem imediatamente anterior ao processo seletivo de que está participando, com média igual ou superior a 450 pontos e nota maior que zero na redação; não ter diploma de ensino superior e ser de família com renda de até 3 salários mínimos mensais por pessoa.

Como se inscrever?

No Portal Único de Acesso ao Ensino Superior, o candidato deverá clicar em “inscreva-se” e fazer o login na conta Gov.br. Em seguida, deverá preencher os dados pessoais, responder um questionário sobre o perfil e renda familiar. Por último, o estudante poderá escolher até duas opções de curso e acompanhar a classificação parcial até o último dia de inscrição.

Na data de divulgação do resultado, os candidatos poderão verificar as chamadas no portal do programa e nas instituições de ensino escolhidas. Com a confirmação da seleção, o estudante deverá comparecer à instituição de ensino escolhida para comprovação de dados e participação de eventual processo seletivo, se for o caso.

Últimas