Educação OAB São Paulo presta assistência durante protestos 

OAB São Paulo presta assistência durante protestos 

Advogados da Comissão de Direitos Humanos estão de plantão nesta quarta-feira  e disponibilizam telefone para emergência

OAB São Paulo presta assistência durante protestos

Protestos ocorrem em todo o Brasil nesta quarta

Protestos ocorrem em todo o Brasil nesta quarta

GIULIANO GOMES/PR PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

A Comissão de Direitos Humanos da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) em  São Paulo está de plantão, nesta quarta-feira (15), para agir em resposta a possíveis violações do direito de manifestação, e contra violência praticada contra manifestantes, durante a concentração no Masp, na avenida Paulista, contra o contingenciamento de verba para a Educação.

Em caso de necessidade, a OAB disponibiliza o número de telefone da Comissão de Direitos (11 3291-8210). A Defesensoria Pública também está de plantão nesta quarta e divulga um número de celular para emergências (11 94221-0426).

Nos grupos de Whatsapp circulam orientações de como os manifestantes devem proceder durante os atos como evitar correr para não gerar tumultos.

Atos

Todos os Estados brasileiros têm atos contra o contingenciamento das verbas para a Educação nesta quarta-feira (15). Convocados por entidades como a UNE (União Nacional dos Estudantes) e a CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação), os protestos também criticam a possibilidade de extinção da vinculação constitucional que assegura recursos para o setor e a proposta de reforma da Previdência

Ministro

Também nesta quarta-feira o ministro da Educação, Abraham Weintraub deve explicar aos deputados federais, na Câmara, os cortes nas universidades públicas e institutos federais.

A convocação foi aprovada na terça-feira (14) por 307 votos a 82, a convocação do ministro. Por se tratar de uma convocação, Weintraub é obrigado a comparecer à comissão geral que o ouvirá no plenário da Câmara a partir das 15h.