Educação Programa de apoio à pesquisa em educação básica recebe R$ 30 milhões em São Paulo

Programa de apoio à pesquisa em educação básica recebe R$ 30 milhões em São Paulo

Objetivo é subsidiar o desenvolvimento de políticas públicas e de abordagens pedagógicas voltadas à melhoria do ensino

Fapesp realizará um encontro virtual no dia 16 de março pelo Youtube para tirar dúvidas

Fapesp realizará um encontro virtual no dia 16 de março pelo Youtube para tirar dúvidas

Edu Garcia/R7 - 11.02.2022

A Seduc-SP (Secretaria da Educação do Estado de São Paulo) e a Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) lançam o primeiro edital do Proeduca (Programa de Apoio a Pesquisas em Educação Básica). A Fapesp realizará um encontro virtual para esclarecer eventuais dúvidas sobre a chamada pelo canal da Agência no Youtube no dia 16 de março às 16 horas.

A iniciativa conta com um aporte de R$ 30 milhões, sendo R$ 20 milhões da Fundação e R$ 10 milhões da Secretaria para o financiamento de projetos selecionados no edital. O objetivo é subsidiar o aprimoramento e o desenvolvimento de políticas públicas e de abordagens pedagógicas voltadas à melhoria do aprendizado e a redução das desigualdades educacionais.

Estão previstos três editais do Proeduca entre 2022 e 2024. O primeiro edital, lançado hoje, apoiará projetos de pesquisa com foco em seis eixos estratégicos: processo de ensino e aprendizagem na educação básica pública, formação e desenvolvimento profissional docente, gestão da aprendizagem e avaliação, gestão educacional: escolas e a rede de ensino; equidade, diversidade e redução das desigualdades na educação; e tecnologia, inovação e educação profissional no currículo da educação básica.

Os projetos selecionados poderão abarcar uma ou mais das seis linhas prioritárias. Pesquisadores de instituições de ensino superior e de pesquisa do estado de São Paulo, públicas ou privadas, poderão submeter os projetos ao primeiro edital até o dia 16 de maio.

O evento de lançamento foi realizado na Escola de Formação e Aperfeiçoamento dos Profissionais da Educação do Estado de São Paulo e contou com a presença da secretária de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen; dos reitores da USP (Universidade de São Paulo), Carlos Gilberto Carlotti Junior, da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), Antonio José de Almeida Meirelles; do representante do reitor da Unesp (Universidade Estadual Paulista) e do reitor da Universidade Mackenzie, Marco Tullio de Castro Vasconcelos; além de gestores e professores de escolas estaduais de ensino.

Últimas