Educação Projeto que oferece reforço gratuito para o Enem a alunos da rede pública tem 40 mil vagas abertas

Projeto que oferece reforço gratuito para o Enem a alunos da rede pública tem 40 mil vagas abertas

O Salvaguarda conta com nove frentes de estudo e tem inscrições abertas até o dia 19 de março

  • Educação | Julia Girão, do R7*

Projeto conta com mais de mil voluntários entre estudantes e graduados

Projeto conta com mais de mil voluntários entre estudantes e graduados

Reprodução/ Ministérios da Educação

Um projeto gratuito pensado para ajudar no estudo e preparação de alunos e ex-alunos da rede pública para o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e outros vestibulares oferece 40 mil vagas na atual edição. As inscrições para o projeto Salvaguarda começaram em fevereiro e estarão abertas até o dia 19 deste mês.

O programa nasceu em 2017 e conta com mais de mil voluntários, entre estudantes e graduados de todas as 154 universidades públicas brasileiras.  

O idealizador do Salvaguarda, Vinícius de Andrade, conta que o projeto surgiu a partir de uma motivação pessoal: ser nascido e criado na maior comunidade de Ribeirão Preto, interior de São Paulo, e ter tido a oportunidade de estudar na USP (Universidade de São Paulo). "Foi um contraste entre dois mundos. Eu queria entender como uma instituição tão incrível e sem mensalidade não tem as pessoas que estudam nas escolas públicas", afirma.

O que dá a "magia" ao projeto, de acordo com Vinícius, é a conexão com milhares de pessoas de todo o país, estudantes e voluntários, que se conhecem e criam laços através do Salvaguarda. Nesse contexto, o projeto é a maior conexão existente entre universidades públicas e estudantes do ensino médio público brasileiro.

"Atuamos sob três pilares: motivação, conteúdo e informação. O objetivo é auxiliar cada jovem com a escolha profissional e com todas as informações e conteúdos úteis ao longo do percurso", conta o idealizador do projeto. 

As aulas ocorrem na modalidade online e não trazem custos aos alunos e famílias. Cada estudante tem acesso a: 

• um corretor particular de redação, que será o mesmo que o acompanha ao longo do ano
• um tutor do mesmo estado para ajudar a organizar os estudos
• monitorias de todas as nove disciplinas que têm a função de reforço escolar
• auxílio de acordo com a escolha profissional
• acolhimento psicológico
• simulados online e oficinas de matemática básica e de gramática

Cada funcionalidade é independente uma da outra, ou seja, os alunos podem escolher quais utilizar e a escolha é em função das próprias demandas, pois o Salvaguarda entende que muitos têm obrigações que vão além do estudo. 

São 40 mil vagas que contemplam qualquer aluno ou ex-aluno da rede de ensino público de todo o Brasil. O link para inscrição para a inscrição está disponível no site do projeto. O edital do projeto está neste link

*Estagiária do R7, sob supervisão de Márcio Pinho

Últimas