Educação Quase metade dos estudantes da rede pública de SP está sem livros

Quase metade dos estudantes da rede pública de SP está sem livros

Segundo Tribunal de Contas do Estado, 43,8% dos estudantes ainda não receberam livros didáticos e 33,3%  também não têm uniformes escolares

Tribunal de Contas do Estado informa que mais de 40% dos estudantes não receberam livros

Alunos de escolas públicas ainda estão sem livros

Alunos de escolas públicas ainda estão sem livros

Divulgalção/ José Luis da Conceição

Mais de um mês e meio após o início oficial das aulas da rede pública de ensino de São Paulo, 43,8% dos estudantes ainda não receberam livros didáticos. Segundo relatório divulgado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), 33,3% dos alunos também não receberam uniformes escolares. O documento aponta ainda problemas na entrega de material escolar.

“É a literatura que te tira do tiro e da viatura”

Agentes de fiscalização visitaram 252 escolas da rede pública de ensino em 215 municípios, abrangendo interior, litoral e região metropolitana de São Paulo. Das instituições 172 são de responsabilidade municipal e 80 pertencem à rede pública estadual.

Segundo o Tribunal, em 16,7% das escolas os livros escolares foram entregues após a primeira semana de aulas. Também foi identificado que em 12% das instituições houve divergências entre itens e quantidades que estavam previstos e o conjunto de livros que foram entregues nas unidades.

Quem é o queniano eleito o 'melhor professor do mundo'

O relatório aponta ainda que em 11,8% das escolas os livros e apostilas estavam armazenados em lugares inadequados - diretamente em contato ao chão, em salas de informática e até dentro de cozinhas. Além disso, 12,9% das instituições não havia um controle eficiente da distribuição dos materiais.

Uniformes

Além de constatar de 33,3% dos alunos ainda não haviam recebido o uniforme escolar, a ação do Tribunal de Contas do Estado mostrou que as roupas não foram entregues até a primeira semana de aulas em 44,9% das escolas. A fiscalização apontou que 5,8% das instituições não apresentaram um controle adequado de entrega dos uniformes.

A fiscalização apontou, ainda, que 31,1% dos alunos ainda não receberam o material escolar. Em 17% das instituições observou-se que os kits que foram entregues não serão suficientes para todo o ano letivo.

Os agentes do Tribunal de Contas identificaram que em 24% das escolas os materiais não foram entregues até a primeira semana de aulas, e em 17% das unidades há sinais de ineficiência no controle de distribuição do material escolar.