Educação Saiba usar os podcasts para estudar para as provas e vestibular 

Saiba usar os podcasts para estudar para as provas e vestibular 

Formato atrai jovens, mas especialistas alertam para a necessidade de usar o filtro correto com relação às informações divulgadas

  • Educação | Alex Gonçalves, do R7*

Resumindo a Notícia

  • Podcast é a mídia que transmite conteúdos gravados no formato de áudio
  • Formato de mídia não substitui a forma de estudo tradicional, com livros e apostilas
  • Além de informativo, vários podcasts apresentam entrevistas com convidados específicos
  • Estudante deve ficar atento ao filtro correto para as informações transmitidas
Inspirado no rádio, podcast é um formato de mídia que transmite conteúdos por áudio

Inspirado no rádio, podcast é um formato de mídia que transmite conteúdos por áudio

Divulgação/ Freepik

O podcast é um formato de mídia que tem atraído jovens estudantes que buscam informações ágeis e dicas para estudar para as provas e até mesmo para exames e vestibular. 

O R7 entrevistou especialistas e uma estudante para comentarem a experiência de incluir listas de podcasts na hora do planejamento de estudo. Todos alertam para o uso de um filtro nas informações transmitidas por esses programas, que podem apresentar opiniões controversas.

Anderson Bigon, apresentador do Podcast Oficina, realizado pela Oficina do Estudante de Campinas (SP), explica que o podcast é uma mídia que transmite conteúdos gravados no formato de áudio, inspirados no rádio, e que podem ser acessados em qualquer momento. “É uma forma de consumir conteúdo de qualidade de forma rápida em variados ambientes e horários, normalmente disponibilizados em plataformas de streaming”, diz.

Segundo Bigon, não é a maioria dos alunos e vestibulandos que tem o hábito de buscar notícias em jornais, revistas ou televisão. “O podcast cada vez mais vem sendo utilizado pelos estudantes, principalmente para o acesso a informações sobre atualidades, o que acontece no dia a dia”, diz. “Além de informativo, vários podcasts apresentam entrevistas com convidados específicos acerca do assunto trabalhado em determinado episódio, e existem também aqueles que são ao vivo e em que é possível a interação através de perguntas aos convidados via chat”, explica.

O professor chama a atenção para o fato de que, como em qualquer mídia, também é preciso fazer um filtro sobre informações e assuntos trabalhados e discutidos em um podcast. “O estudante deve ficar atento à qualidade das notícias divulgadas, para estudar de uma maneira mais assertiva e segura”, diz.

Ainda segundo Bigon, não é recomendado substituir o estudo de um assunto ou conteúdo de aulas expositivas, leituras de livros didáticos ou apostilas, por um conteúdo digital, por intermédio dos podcasts. “Essas mídias são indicadas para complementação de conteúdo ou até mesmo acesso a uma abordagem diferente.”

Letícia Figueira de Lima

Letícia Figueira de Lima

Divulgação

Para Letícia Figueira de Lima, 17 anos, aluna da 3ª série do ensino médio do Poliedro Colégio de São José dos Campos, interior de São Paulo, os podcasts são uma ótima maneira para estudar, por tornarem mais fácil e rápido o entendimento e a relação entre conteúdo de sala de aula e atualidades.

“Sabemos que a maior aposta das provas é relacionar conteúdos didáticos com a capacidade crítica e o conhecimento de mundo, além de ser uma excelente forma de dominar assuntos atuais que podem ser potenciais temas de redação”, conta.

“No meu dia a dia, os podcasts se tornaram uma importante ferramenta, porque consigo ouvir no caminho entre minha casa e a escola ou quando sobra um tempo entre as aulas. Dessa forma, otimizo meu tempo e consigo conciliar todas as tarefas com as notícias do dia.”

Ainda de acordo com a estudante, apesar de tantos benefícios é preciso tomar cuidado com o tipo de podcast que a pessoa ouve, já que alguns apresentam opiniões controversas e até mesmo ofensivas. “Talvez a não identificação com a ferramenta esteja fortemente atrelada, primeiramente, à divergência entre a opinião do ouvinte e a do locutor. Nesse caso, uma solução possível é procurar outro podcast, com ideias mais sensatas e com maior embasamento, sendo mais construtivo para o conhecimento”, sugere.

Letícia dá dicas àqueles que não têm afinidade com os podcasts. “Encare o momento de ouvir um podcast como algo prazeroso e procure por programas que levam a conversa de forma mais leve e fluída," diz. "Vale anotar pontos importantes como meio de manter o foco; essa estratégia tem me ajudado a não me perder diante de todas as informações recebidas." 

Beatriz Ambrósio, gerente de comunicação e marketing da Layers Educations, empresa de tecnologia da área de educação, explica que a utilização dos recursos auditivos, como os podcasts, ajuda na memorização de conteúdos e facilita o planejamento. “Até aqueles temas complexos, de difícil assimilação, ficam mais leves com o uso desses novos recursos”, explica.

*Estagiário do R7 sob supervisão de Karla Dunder

Últimas