Educação Unicamp passa a cobrar leitura de 12 obras no vestibular de 2016

Unicamp passa a cobrar leitura de 12 obras no vestibular de 2016

Relação de livros é diferente da cobrada pela Fuvest; leitura de contos será mais cobrada  

Unicamp passa a cobrar leitura de 12 obras no vestibular de 2016

Unicamp passa a exigir a leitura de mais obras do que as nove pedidas atualmente

Unicamp passa a exigir a leitura de mais obras do que as nove pedidas atualmente

Pedro Ventura

A Unicamp (Universidade de Campinas) divulgou nesta quarta-feira (30) lista com as 12 obras que serão exigidas para o vestibular 2015, ou seja, que serão cobradas pela instituição nas provas do processo seletivo a serem realizadas no próximos anos.   

Professora de cursinho dá dicas para organizar rotina em ano de vestibular

Seis obras da lista atual estão mantidas na lista válida a partir de 2016. São elas: “Viagens na Minha Terra”, de Almeida Garret, “O cortiço”, de Aluísio Azevedo, “Capitães da Areia”, de Jorge Amado, “Til”, de José de Alencar, “Memórias Póstumas de Brás Cubas”, de Machado de Assis e “Sentimento do Mundo”, de Carlos Drummond de Andrade.  

As novas obras são: “Terra Sonâmbula”, de Mia Couto; “Sonetos”, Luís de Camões; “Lisbela e o prisioneiro”, de Osman Lins; conto “Amor” do livro “Laços de Família”, de Clarice Lispector; conto “A hora e a vez de Augusto Matraga” do livro “Sagarana”, de Guimarães Rosa e “Negrinha”, de Monteiro Lobato.   

Diferente da Fuvest 

Há oito vestibulares a lista de obras estava da Unicamp estava unificada com a da Fuvest. Com uma lista própria, instituição de Campinas passa a exigir a leitura de mais obras do que as nove pedidas atualmente.   

— A lista própria será composta de obras de diferentes gêneros e extensões, podendo incluir romances, coletâneas de poemas e peças teatrais, mas também textos curtos, como contos, crônicas, peças de oratória ou de crítica, a fim de levar o vestibulando a ampliar o seu campo de estudos sem sobrecarregá-lo no volume de leituras, diz nota da universidade.   

Para o vestibular de 2015, que ocorre ainda este ano, a lista unificada com a Fuvest está mantida. Veja obras.