Educação USP vai exigir comprovante de vacina e promove mudanças no vestibular em 2023

USP vai exigir comprovante de vacina e promove mudanças no vestibular em 2023

Conselho de Graduação também aprovou mudança na classificação dos aprovados e vai criar comissão para verificação de candidatos autodeclarados negros e pardos

  • Educação | Do R7

Estudantes negros ou indígenas que ingressarem na USP em 2023 passarão por comissões

Estudantes negros ou indígenas que ingressarem na USP em 2023 passarão por comissões

Edu Garcia/R7 - 02.05.2022

A USP (Universidade de São Paulo), por meio do Conselho de Graduação, aprovou três medidas importantes para o vestibular deste ano: alterações na forma de classificação dos aprovados; a criação de uma comissão que fará a verificação da autodeclaração dos candidatos concorrentes às vagas destinadas a negros, pardos e indígenas antes da matrícula; e a exigência da apresentação do comprovante do esquema vacinal completo e de doses de reforço pelos novos alunos.

Essas medidas só serão válidas para os estudantes que prestarem vestibular via Fuvest. Nada mudará para quem ingressar na instituição pelo Sisu (Sistema de Seleção Unificada) ou via Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). 

Como foi divulgado no Jornal da USP, a partir do próximo ano, todos os candidatos concorrerão, primeiramente, às vagas destinadas à Ampla Concorrência. Os candidatos que, independentemente da renda, cursaram integralmente o ensino médio em escolas públicas brasileiras também poderão concorrer às vagas destinadas à Política de Ação Afirmativa Escola Pública. Da mesma forma, os candidatos autodeclarados pretos, pardos ou indígenas que, independentemente da renda, tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas brasileiras, caso desejem, poderão concorrer também às vagas destinadas à Política de Ação Afirmativa Pretos, Pardos e Indígenas.

Além disso, conforme divulgado pelo jornal, todos os candidatos inscritos para um curso, independentemente da categoria em que se inscreveram (Ampla Concorrência, Escola Pública ou PPI), serão classificados de acordo com sua nota no vestibular. Dessa forma, serão preenchidas primeiramente as vagas para Ampla Concorrência, depois as vagas para Escola Pública, seguindo os critérios para essas vagas, e só depois as vagas para PPI.

A alteração tem o objetivo de corrigir eventuais distorções e ampliar as possibilidades dos candidatos EP e PPI, já que, além das vagas reservadas para cada grupo, esses candidatos disputarão as vagas de Ampla Concorrência.

Últimas