Bahia Coligação do Democratas reivindica 24ª vaga de deputado estadual na Bahia

Coligação do Democratas reivindica 24ª vaga de deputado estadual na Bahia

Segundo o partido, houve erro no cálculo na distribuição das cadeiras 

Coligação do Democratas reivindica 24ª vaga de deputado estadual na Bahia

Nesta quarta-feira (8), a Coligação Unidos para uma Bahia Melhor, encabeçada pelo Democratas, ingressou com uma petição junto ao TRE Tribunal Regional Eleitoral, reivindicando a 24ª vaga de deputado estadual. Segundo o partido, houve erro no cálculo na distribuição das cadeiras para a Assembleia Legislativa. Baseado nos números oficiais divulgados pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral), o partido realizou cálculos e constatou uma divergência entre o total de vagas da coligação apresentada pela Justiça Eleitoral e o número encontrado pelo partido.

Leia mais notícias no R7 BA

De acordo com a Justiça Eleitoral, a coligação elegeu 23 parlamentares, enquanto o número correto seria 24. Neste caso, o candidato Antônio Elinaldo (DEM) assumiria esta vaga. Em contrapartida, o deputado Marcelino Galo, do PT, passaria a ser o primeiro suplente da coligação adversária. A petição foi encaminhada ao juiz presidente da Comissão Apuradora do TRE baiano.

Ainda segundo o partido, na Bahia houve 6.830.468 votos válidos, segundo a Justiça Eleitoral, o que dá um coeficiente de 108.420. Esse cálculo é feito pela divisão dos votos válidos pelo número de vagas que, no caso da Bahia, são 63. Na primeira distribuição, 59 parlamentares automaticamente se elegeram por diversos partidos. Restaram, portanto, quatro vagas para serem preenchidas pelo cálculo das sobras. A primeira coube ao Democratas, coligação que teve a maior média (107.494,3). A segunda ficou com o PT (média de 106.211,9), a terceira, ao PSB (com média de 103.641,7) e a última caberia ao Democratas (média de 103.015,3), mas ficou com o PT, que apresentou uma média inferior (102.671,5).

    Access log