Eleições 2018 Haddad: "Segundo turno é chance de discutir frente a frente"

Haddad: "Segundo turno é chance de discutir frente a frente"

Em discurso após ser confirmado na etapa final da eleição, candidato do PT diz que pretende "unir os democratas"

Haddad discursou após definição de segundo turno

Haddad discursou após definição de segundo turno

Paulo Whitaker/Reuters - 07.10.2018

O candidato à Presidência da República pelo PT, Fernando Haddad, agradeceu aos votos que recebeu e garantiram sua ida ao segundo turno destas eleições em um pronunciamento feito no fim da noite deste domingo (7).

Leia mais: Bolsonaro e Haddad disputam a Presidência no segundo turno

"Sempre estive do lado da democracia, não vou abrir mão dos meus valores, que infelizmente foram atacados. O segundo turno nos dá uma oportunidade de falar frente a frente, olho no olho", afirmou Haddad.

O petista ainda disse ainda que quer ”unir os democratas" em prol de uma unidade e apoio neste segundo turno, afirmando ainda que já conversou, por telefone, com Ciro Gomes (PDT), Marina Silva (Rede) e Guilherme Bolos (PSOL).

Fernando Haddad também deu o que será o tom de sua campanha neste segundo turno. "Queremos enfrentar o debate respeitosamente. Vamos para o campo com uma única arma: o argumento!", disse ele.

Ao se referir ao seu rival, o candidato do PSL Jair Bolsonaro, o petista disse que a única arma de sua campanha será o argumento. "Nós não portamos armas. Nós vamos com a força do argumento em defesa do Brasil e seu povo", concluiu ele.

O segundo turno das eleições gerais acontecerá no dia 28 de outubro deste ano. Em alguns Estados os eleitores vão ter que voltar às urnas para escolher governadores e presidente, em outros, apenas para presidente.

    https://noticias.r7.com/eleicoes-2018