Eleições 2020 Áurea Carolina propõe revisão do valor do IPTU cobrado em BH

Áurea Carolina propõe revisão do valor do IPTU cobrado em BH

Candidata à prefeitura pelo PSOL defende que a população mais pobre deve pagar menos imposto e sugere criar programa de distribuição de renda

  • Eleições 2020 | Pablo Nascimento, do R7

Candidata à Prefeitura de Belo Horizonte pelo PSOL, Áurea Carolina propõe revisar o valor do IPTU (Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana) cobrado na cidade.

Em entrevista ao R7, Áurea defendeu que os moradores mais pobres paguem menos, em comparação àqueles que residem nas áreas nobres da capital mineira.

Áurea concorre pela primeira vez ao cargo

Áurea concorre pela primeira vez ao cargo

Ana Gomes/ R7

Sem cravar quais seriam as alíquotas ideais, a postulante ao cargo também propõe fazer alterações no ISS (Imposto Sobre Serviços). Com as mudanças nas taxas, Áurea pretende conseguir uma "capacidade robusta de arrecadação", que financiaria ações sociais.

— Com isso, a gente viabiliza a possiblidade de redução da tarifa do transporte público desde já, para toda população, e garante gratuidade para pessoas mais pobres e desempregadas. Quem não tem condição de pagar, a gente entra com a gratuidade.

Para conseguir mexer no valor da passagem, a representante do PSOL também pretende fazer "uma revisão do contrato" com as empresas de ônibus, caso seja eleita.

Ainda dentro da temática de mobilidade urbana, Áurea afirma que vai estudar ruas e avenidas que podem ter as velocidades máximas de veículos reduzidas.

— Isso é possível no entorno de escolas e em áreas de grande circulação de pedestres e residenciais. É uma maneira de proteger as pessoas que circulam a pé e de bicicleta e os próprios motoristas de carro e motocicletas.

Distribuição de renda

Um outro ponto destacado pela candidata é a criação de uma política de distribuição de renda para os moradores mais pobres. Ela defende que isto é possível, mesmo com um possível orçamento mais enxuto em uma gestão após a pandemia de covid-19.

— Estamos fazendo estudo em relação a este valor, mas ainda não fechamos. Seria uma complementação de renda para pessoas que têm benefícios sociais para além deste segmento coberto. Faríamos uma expansão para os mais pobres.

Candidata

Áurea é cientista social e mestre em Ciência Política pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais), além de especialista em gênero e igualdade pela Universidade Autônoma de Barcelona.

A cientista social assumiu um cargo político pela primeira vez em 2016, quando foi eleita a vereadora mais votada de Belo Horizonte. Ela deixou a cadeira em 2018 para concorrer à Câmara de Deputados, também se elegendo.

Entrevistas

A conversa com Áurea Carolina aconteceu dentro de uma série de entrevistas que o R7 e a equipe digital da Record TV Minas realiza com os candidatos à Prefeitura de Belo Horizonte. Todos os 15 postulantes ao cargo foram convidados, mas nem todos tiveram disponilidade para participar do projeto.

Vídeos curtos com as principais propostas dos candidatos serão publicados nas redes sociais da emissora, entre os dias 26 de outubro de 7 de novembro.

Últimas