Eleições 2020 Bruno Engler propõe trocar médicos do comitê da covid-19 em BH

Bruno Engler propõe trocar médicos do comitê da covid-19 em BH

Candidato mais jovem na disputa pelo cargo de prefeito da cidade diz que vai defender tratamento precoce da doença e combater "vieses de esquerda"

  • Eleições 2020 | Pablo Nascimento, do R7

O mais jovem candidato à Prefeitura de Belo Horizonte neste ano, Bruno Engler (PRTB), de 23 anos, propõe analisar mudanças dentro do comitê de combate à covid-19 na cidade, caso seja eleito.

Em entrevista ao R7, o candidato apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse que vai priorizar a presença de especialistas que defedem o uso de alguns medicamentos específicos para tratar a doença.

— A gente vai ter que rever os membros do comitê. Vamos ter que colocar alguns médicos com pensamento do tratamento precoce, que tem dado resultado, como o uso da hidroxicloroquina, azitromicina e zinco. Nós também teremos que consultar todas as secretarias e ver qual é o caminho viável.

Engler promete defesa dos valores conservadores

Engler promete defesa dos valores conservadores

Ana Gomes/ R7

Engler, que faz duras críticas à gestão do atual prefeito, Alexandre Kalil (PSD), que tenta a reeleição, também promete um combate a "vieses de esquerda" dentro do Executivo Municipal, em sua possível administração.

— A prefeitura tem que parar de ver aqueles que geram riquezas como inimigos. A minha principal proposta é uma mudança de perspectiva no cenário ideológico e fazer uma prefeitura com pessoas que entendam a gestão no nosso município, sem este viés de esquerda.

Equipe e mudanças

O representante do PRTB revela que já está analisando nomes que podem fazer parte de sua equipe frente à prefeitura. No entanto, o candidato ainda prefere não revelar quem são os escolhidos.

— Estamos negociando com algumas pessoas. A ideia é anunciar antes das eleições para o eleitorado conhecer alguns dos secretários que a gente pretende indicar.

Segundo Engler, outra área que pode ter mudanças em sua possível gestão é a da educação.

— Nós temos no Governo Federal o projeto das escolas cívico-militares, que onde foi aplicado teve resultado. É um modelo que funciona e não seria necessário gastar dinheiro da prefeitura, já que o projeto seria custeado pela União.

O candidato

Bruno Engler nasceu em Curitiba, capital do Paraná, mas se mudou com a família para Belo Horizonte aos 9 anos. O jovem se aproximou da política a partir dos 18 anos, quando ajudou a fundar o movimento "Direita Minas", em defesa aos valores conservadores no Estado.

Em 2018, Engler se candidatou ao primeiro cargo público e foi eleito deputado estadual com 120.252 votos. Na época, ele era membro do PSL (Partido Social Liberal), o então partido de Bolsonaro.

Entrevistas

A conversa com Bruno Engler aconteceu dentro de uma série de entrevistas que o R7 e a equipe digital da Record TV Minas realiza com os candidatos à Prefeitura de Belo Horizonte. Todos os 15 postulantes ao cargo foram convidados, mas nem todos tiveram disponibilidade para participar do projeto.

Vídeos curtos com as principais propostas dos candidatos serão publicados nas redes sociais da emissora, entre os dias 26 de outubro de 7 de novembro.

Veja as entrevistas já publicadas:

    • Áurea Carolina (PSOL): candidata promete revisar o valor do IPTU

Últimas