Eleições 2020 Candidato a prefeito em BH doa R$ 20 mil para campanha de adversário

Candidato a prefeito em BH doa R$ 20 mil para campanha de adversário

"Conheço ele há um tempo", diz Cabo Xavier (PMB), que recebeu doação do empresário Fabiano Cazeca (PROS); candidatos não somaram 1% em pesquisa

Fabiano Cazeca declarou R$ 5,5 milhões em bens

Fabiano Cazeca declarou R$ 5,5 milhões em bens

Ana Gomes / R7

Candidato à Prefeitura de Belo Horizonte, o empresário Fabiano Cazeca (PROS) doou R$ 20 mil à campanha de seu adversário no pleito, Cabo Xavier (PMB). Ele é o único doador registrado pelo rival, de acordo com a prestação de contas enviada pela Justiça Eleitoral até o momento.

Cazeca é o candidato "mais rico" na disputa pelo Executivo da capital mineira. Ele declarou R$ 5,5 milhões em bens, como dois lotes no condomínio Alphaville Lagoa dos Ingleses, em Nova Lima, na região metropolitana (R$ 502 mil), além de quotas em quatro empresas (R$ 5 milhões).

Nestas eleições, o candidato doou para a própria campanha R$ 900 mil, mas não divulgou suas despesas.

O postulante teve a candidatura indeferida pela Justiça Eleitoral, mas recorre da sentença para poder aparecer nas urnas no primeiro turno. A cassação da candidatura foi pedida pelo Ministério Público Eleitoral, com base na condenação de uma de suas empresas. Segundo o MP, a Cazeca Assessoria e Cobrança Ltda foi declarada culpada, em 2016, por doar recursos acima do limite legal nas eleições de dois anos antes.

Cabo Xavier, do Partido da Mulher Brasileira, diz que a doação parece "inusitada".

— É inusitado, né? Mas eu conheço ele há um tempo e estamos disputando um pleito, não somos inimigos. E isso é algo que a democracia permite.

Candidato à Prefeitura de BH coloca "faxina com a mulher" em agenda

Xavier declarou R$ 920 mil em bens à Justiça Eleitoral: uma casa em Governador Valadares (R$ 320 mil) e quatro apartamentos em Ipatinga (R$ 600 mil).

Cassação

A relação entre os dois candidatos pode ganhar um novo capitulo nas próximas semanas. Segundo Xavier, sua candidatura poderia receber o apoio de Cazeca, caso ele não tenha sucesso no recurso que apresentou à Justiça Eleitoral.

— Nós comentamos essa possibilidade, caso ele não consiga vencer o recurso, de ter esse apoio. Ainda não está definido, ele está recorrendo e devemos conversar de novo sobre isso, caso ele não consiga.

Últimas