Eleições 2020 Justiça: "Não há indício de prejuízo ao pleito na tentativa de ataque"

Justiça: "Não há indício de prejuízo ao pleito na tentativa de ataque"

Ministro André Mendonça disse em entrevista que Polícia Federal investiga tentativa de ataque e vazamento de dados de servidores

  • Eleições 2020 | Thiago Nolasco, da Record TV e Mariana Londres

Justiça: "Não há indício de prejuízo ao pleito na tentativa de ataque"

Justiça: "Não há indício de prejuízo ao pleito na tentativa de ataque"

FREDERICO BRASIL/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

O ministro da Justiça, André Mendonça, disse neste domingo (15) que a Polícia Federal trabalha junto com o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) na investigação da tentativa de ataque hacker ao sistema do tribunal, neutralizado neste domingo, e que não há nada que indique prejuízo às eleições municipais.

"A Polícia Federal tem trabalhado em sintonia com toda a área de tecnologia de informação do TSE. Uma troca de informações praticamente online nesse avanço das investigações e não há qualquer indicativo de prejuízo ao pleito eleitoral".

Questionado se há relação entre a tentativa de ataque deste domingo e o ataque sofrido pelo STJ (Superior Tribunal de Justiça), pelo Ministério da Saúde e por outros órgãos no início de novembro, ele disse que não foi apontada uma relação entre os ataques. Também mencionou o vazamento de dados de servidores do TSE. 

"A PF está investigando o vazamento de dados de servidores e já podemos dizer que são dados antigos e que o acesso a esses datos ocorreu em data anterior a 23 de outubro deste ano. A PF está em busca ao autor do acesso a dados antigos, sua identificação e sua prisão. Não foi apontada nenhuma relação [deste ataque com do STJ] ou quebra do processo eleitoral". 

O ministro apresentou ainda resultado do trabalho da Polícia Rodoviária Federal (PRF) durante as eleições. Ele mostrou o trabalho dos drones no combate a crimes eleitorais como boca de urna.

Últimas