Eleições 2020 Segurança, saúde e transportes são temas de campanha em SP

Segurança, saúde e transportes são temas de campanha em SP

Nesta sexta-feira (16), candidatos falaram sobre a revisão no Plano Diretor, anunciaram vagas em CAPS e programa de recrutamento de jovens

  • Eleições 2020 | Cesar Sacheto, do R7

Candidatos à Prefeitura de SP cumpriram agenda nesta sexta-feira (16)

Candidatos à Prefeitura de SP cumpriram agenda nesta sexta-feira (16)

Montagem/R7

Os candidatos abordaram temas que envolvem propostas para a segurança, atendimento em saúde, urbanismo e transportes da capital paulista durante agenda pública desta sexta-feira (16).

Leia também: TSE estima que custo com Eleições 2020 deve ser de R$ 647 milhões

A revisão do Plano Diretor Estratégico, a criação de vagas em CAPS (Centros de Atendimento Psicossocial) e um programa de recrutamento de jovens em situação de vulnerabilidade foram algumas propostas anunciadas pelos concorrente à sucessão paulistana nas eleições deste ano.

A campanha eleitoral começou oficialmente no dia 27 de setembro e o R7 tem divulgado os compromissos de campanha de todos os 14 concorrentes à administração municipal paulistana. O critério definido para apresentação foi a ordem alfabética.

Andrea Matarazzo (PSD)

O candidato do PSD, Andrea Matarazzo, visitou nesta manhã o bairro de Santana, na zona norte. As demandas dos moradores vão desde urbanismo, segurança até calçadas, que estão sendo quebradas pela Prefeitura.

Matarazzo e a vice, Marta Costa, estiveram na zona norte

Matarazzo e a vice, Marta Costa, estiveram na zona norte

Divulgação

Durante a agenda, ao lado de Marta Costa, candidata à vice na chapa, Andrea Matarazzo prometeu parcelar a cobrança do IPTU para ajudar comerciantes a manterem negócios e empregos.

"Os comerciantes tiveram suas atividades muito afetadas pela pandemia e agora a prefeitura quebrou as calçadas, o que novamente atrapalha o comércio. Vamos estimular o emprego e a criação de renda com financiamento do IPTU e capacitação dos desempregados".

À tarde, Andrea Matarazzo concedeu entrevista para o Canal MyNews, em parceria com o site do El País.

Antônio Carlos Silva (PCO)

O candidato do PCO, Antônio Carlos Silva, fez panfletagem nas imediações do Metrô Saúde, na zona sul, durante a manhã.

Durante o período da tarde, ele teve reunião com a coordenação de campanha. À noite, participou de encontro com trabalhadores da saúde.

Arthur do Val Mamãe Falei (Patriota)

O candidato a prefeito pelo Patriota, Arthur do Val Mamãe Falei, gravou programas para o horário eleitoral na parte da manhã.

À tarde, ele utilizou a agenda para participar de uma live e, à noite, faria panfletaço e carreata pelo Tatuapé, na zona leste.

Em sabatina ao Canal MyNews e site El País, o candidato ressaltou a necessidade de "trazer de volta parte da população para o centro da cidade" por meio de uma revisão do Plano Diretor Estratégico da cidade de São Paulo, prevista para o próximo ano, conforme a legislação.

Leia também: Ibope: Russomanno e Covas estão tecnicamente empatados em SP

Segundo Arthur do Val, a cidade tem um problema urbanístico profundo provocado pelo desenvolvimento urbano que empurra as pessoas, especialmente as de menor renda, para as periferias da capital. 

"Ao mesmo tempo, as empresas estão no centro, na Paulista. Daí, o cara demora
3h para ir e mais 3h para voltar. Isso precisa mudar", complementou o candidato do Patriota.

Arthur do Val também voltou a denunciar a existência de uma "máfia dos transportes" na capital paulista e enfatizou que os contratos da prefeitura com as empresas de ônibus "estão nas mãos das mesmas famílias há décadas".

Bruno Covas (PSDB)

O candidato do PSDB à reeleição, Bruno Covas, participou de um café da manhã na Associação dos Procuradores do Município de São Paulo, no centro cidade. Depois, visitou o CAPS (Centros de Atenção Psicossocial) Álcool e Drogas III Leopoldina, no Alto de Pinheiros, na zona oeste, antes de ser entrevistado em live — via Youtube — para o My News.

Covas prometeu vagas em atendimento psicossocial

Covas prometeu vagas em atendimento psicossocial

Divulgação/Patrícia Cruz

Durante a agenda, Bruno Covas anunciou a expansão da rede de atendimento psicossocial e garantiu que, até o final do ano, serão inaugurados mais cinco equipamentos públicos desse tipo. "Já temos 95 CAPS na cidade. Ainda em 2020 devemos chegar aos 100. Uma dessas novas unidades será no Butantã", completou o candidato.

Os CAPS são a porta de entrada para o atendimento na área de Saúde Mental na
Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo. Uma equipe multiprofissional,
composta por médicos, psicólogos, assistentes sociais, enfermeiros e terapeutas
ocupacionais, que avalia o quadro do usuário e indica o tratamento adequado
para cada caso.

O prefeito destacou que a rede de CAPS é fundamental para a estratégia de
enfrentamento à dependência de álcool e drogas. "Faz parte de uma política
pública que envolve acolhimento e redução de danos, ações específicas de saúde,
de ressocialização por meio de oportunidades de trabalho, mas também de
segurança pública, com atuação da Polícia Militar e Guarda Municipal no combate
ao tráfico de drogas", declarou Bruno Covas.

Celso Russomanno (Republicanos)

O candidato do Republicanos, Celso Russomanno, compareceu durante a manhã à feira da Vila Nova Curuçá, na zona leste, para conversar com a população. À tarde, ele foi entrevistado pelo canal My News e, em seguida, pela Folha de São Paulo. 

Filipe Sabará (Novo)

O candidato do Novo, Filipe Sabará, fez caminhada e panfletagem em feira livre da rua Batataes, na região central, durante a manhã.

À tarde, participou de reunião virtual com a Aesul (Associação Empresarial da Região Sul) e concedeu entrevista ao SBT.

Guilherme Boulos (PSOL)

O candidato do PSOL, Guilherme Boulos, participou de um encontro com a juventude na Praça Roosevelt, no centro da cidade.

Jilmar Tatto (PT)

O candidato do PT, Jilmar Tatto, fezcarreata pelo Grajaú, na zona sul, durante a manhã. À tarde, ele compareceu ao ato de assinatura de carta compromisso de políticas públicas com a população em situação de rua, na quadra do Sindicato dos Bancários de São Paulo.

Joice Hasselmann (PSL)

A candidata do PSL à prefeitura, Joice Hasselmann, teve reunião com dirigentes partidários durante a manhã. Depois, foi entrevistada pelo pastor Caio Fábio no programa Papo de Graça, em canal no YouTube. À tarde, se encontrou a equipe de comunicação da campanha e a gravou material para o horário eleitoral.

Levy Fidelix (PRTB)

O candidato do PRTB, Levy Fidelix, participou do "Levy In Live", transmissão ao vivo realizada no perfil do candidato no Facebook.

Márcio França (PSB)

O candidato do PSB, Márcio França, conversou com representantes do Sindicato dos Guardas Civis Metropolitanos, na região central, durante a manhã.

No encontro, o político afirmou que pretende desvincular  a GCM (Guarda Civil Metropolitana) da Secretaria de Segurança Urbana e repassar o comando ao gabinete do prefeito. A ideia é que o órgão tenha condições de agir mais rapidamente, com decisões mais ágeis.

Márcio França quer atrelar comando da GCM ao gabinete do prefeito de SP

Márcio França quer atrelar comando da GCM ao gabinete do prefeito de SP

Divulgação/Fernanda Luz

Márcio França também apresentou uma das suas principais propostas na área  para reduzir a violência, o Alistamento Cidadão, que consiste em recrutar jovens de 17 a 18 anos em situação de vulnerabilidade para dar oportunidade de trabalho na administração pública, liberando a GCM de serviços burocráticos.

"Esse programa já foi feito quando fui prefeito [de São Vicente]; a violência reduziu drasticamente na cidade”, enfatizou.

Depois, o candidato do PSB concedeu entrevista ao vivo ao portal IG. No período da tarde, o candidato gravou programas do horário eleitoral.

Marina Helou (Rede)

A candidata pela Rede Sustentabilidade, Marina Helou, fez panfletagem duante a manhã, além de visitar o Minhocão e o Anhangabaú, no centro, para conversar com moradores de região.

A partir das 12h, a canditada gravou vídeos de campanha e conversou com filiados do partido pela plataforma Zoom.

Orlando Silva (PCdoB)

O candidato do PCdoB, Orlando Silva, foi entrevistado pelo apresentador José Luiz Datena Rádio Bandeirantes, À noite, participou de sabatina na TV Gazeta.

Vera Lúcia (PSTU)

A candidata do PSTU, Vera Lúcia, gravou vídeos sobre a campanha e, enquanto aguardava o início da live com os Jovens Clonistas, fez uma declaração sobre a denúncia de agressão cometida por Ricardo Nunes, candidato a vice-prefeito na chapa de Bruno Covas (PSDB), contra a esposa.

Vera Lúcia gravou vídeos para a campanha eleitoral nesta sexta-feira (16)

Vera Lúcia gravou vídeos para a campanha eleitoral nesta sexta-feira (16)

Divulgação

"A violência contra as mulheres é uma epidemia. É gravíssimo que o vice de Covas tenha um boletim de ocorrência de denúncia de agressão contra  sua esposa. Tem de explicar à sociedade, mas acima de tudo tem de ser investigado e punido exemplarmente, se comprovado. Apesar de ser chocante, não seria nada incoerente para quem se tornou porta voz da suposta 'ideologia de gênero', com os argumentos de que não se deve falar de machismo ou do preconceito às mulheres nas escolas.  O silêncio perpetua violência e temos de quebrá-lo", declarou Vera Lúcia.

*O R7 divulga diariamente as notícias sobre o dia de campanha dos postulantes ao cargo de prefeito da capital paulista. O espaço no portal está aberto a todos os candidatos.

Veja o currículo dos candidatos à Prefeitura de São Paulo:

Últimas