Eleições 2020 SP: Candidatos falam sobre moradia e projetos sociais nesta terça (27)

SP: Candidatos falam sobre moradia e projetos sociais nesta terça (27)

Concorrentes à prefeitura paulistana também expuserem ideias sobre setores como transportes e obras para evitar enchentes durante a agenda

  • Eleições 2020 | Cesar Sacheto, do R7

Candidatos à Prefeitura de SP falam sobre moradia e projetos sociais na cidade

Candidatos à Prefeitura de SP falam sobre moradia e projetos sociais na cidade

Montagem/R7

Os candidatos à Prefeitura de São Paulo comentaram as suas ideias sobre moradia e programas sociais durante a agenda pública desta terça-feira (27), entre outros temas. As eleições municipais serão realizadas no dia 15 de novembro e o segundo turno de votações está  marcado para o dia 29 do mesmo mês.

Leia também: Mais de 3 mil desempregados fizeram doações a candidatos

A campanha eleitoral começou oficialmente no dia 27 de setembro e o R7 tem divulgado os compromissos de campanha de todos os 14 concorrentes à administração municipal paulistana. O critério definido para apresentação foi a ordem alfabética.

Andrea Matarazzo (PSD)

O candidato do PSD, Andrea Matarazzo, gravou pela manhã para o programa eleitoral. À noite, participou do debate com candidatos à prefeitura realizado pelo jornal Diário de São Paulo.

Antônio Carlos Silva (PCO)

O candidato do PCO, Antônio Carlos Silva, fez panfletagem a partir das 6h no Metrô Jabaquara, na zona sul. À tarde, visitou o Cingapura Ricardo Jafet. e voltou a participar de panfletagem, porém na estadão do Metrô Vila Mariana, ainda na zona sul.

Arthur do Val Mamãe Falei (Patriota)

O candidato a prefeito pelo Patriota, Arthur do Val Mamãe Falei, teve reunião com motoristas de aplicativos de transporte no Campo Belo, na zona sul, para apresentar à categoria propostas de regulamentação e leis. 

À noite, ele participou do debate promovido pelo jornal Diário de São Paulo.

Bruno Covas (PSDB)

O candidato do PSDB à reeleição, Bruno Covas, concedeu entrevista para a Folha de São Paulo e acompanhou o programa de visitação domiciliar da Secretaria Municipal da Educação, no Jardim São Francisco, durante a manhã. 

Bruno Covas valorizou projetos sociais da prefeitura

Bruno Covas valorizou projetos sociais da prefeitura

Divulgação/Patrícia Cruz

No encontro com a população, Bruno Covas esteve com família atendida pelo programa da Prefeitura de São Paulo e destacou a importância dos programas sociais mantidos pela administração municipal.

Leia também: Prefeitos brasileiros têm salários definidos pelas Câmaras Municipais

"Em especial nesse período de pandemia, é fundamental verificar in loco que essas medidas realmente contribuem para a melhoria de vida das pessoas", declarou o prefeito paulistano e candidato à reeleição, Bruno Covas.

Depois, ele foi entrevistado pelo programa Pânico na Rádio Jovem Pan.

Celso Russomanno (Republicanos)

O candidato do Republicanos, Celso Russomanno, teve reunião virtual com a mesa diretora do Parlamento do Mercosul. À noite, ele participou de uma live com Felipe Campos e estaria no programa TV ComBrasil.

Filipe Sabará (Novo)

O candidato do Novo, Filipe Sabará, não divulgou agenda de compromissos.

Guilherme Boulos (PSOL)

O candidato do PSOL, Guilherme Boulos, fe panfletaço no Largo de Santa Cecília, no centro, e visitou a Associação Comercial de São Paulo durante a manhã.

Boulos disse que vê a situação da população de rua como um "compromisso de vida, mais que eleitoral". O candidato prometeu trabalhar para a criação de um programa que ofereça acolhimento e emprego às pessoas em situação de rua.

Boulos anunciou projeto para acolher moradores de rua

Boulos anunciou projeto para acolher moradores de rua

Reprodução

"Isso é um escândalo, uma vergonha. Já não deveria existir. Nós vamos criar casas solidárias para acolher essa pessoas com dignidade e dar oportunidade, que também é a porta de saída, que são as frentes de trabalho", declarou.

À tarde, Boulos fez uma caminhada em Heliópolis, na zona sul. Depois foi entrevistado online do Secovi (Sindicato da Habitação). Mais tarde, ele participou de panfletagem no vão do MASP, na avenida Paulista.

Jilmar Tatto (PT)

O candidato do PT, Jilmar Tatto, fez carreata a partir das 10h e visitou o comércio na região do Itaim Paulista, na zona leste. À noite, ele participou do debate promovido pelo jornal Diário de São Paulo.

Joice Hasselmann (PSL)

A candidata do PSL à prefeitura, Joice Hasselmann, concedeu entrevista à rádio Eldorado gravou para o horário eleitoral durante o período da manhã.

À tarde, ela fez o Master Podcast participou do lançamento do PSL Cristão. Depois, à noite, teve interação com seguidores nas redes sociais e participou de debate do Diário de S. Paulo.

Levy Fidelix (PRTB)

O candidato do PRTB, Levy Fidelix, respondeu pela manhã demandas de órgãos de imprensa e, à noite, participou do debate do Diário de São Paulo.

Márcio França (PSB)

O candidato do PSB, Márcio França, conversou sobre saneamento e habitação com famílias que vivem às margens do córrego Zavuvus, em Americanópolis, na zona sul, durante a manhã. À tarde, concedeu entrevistas agendadas.

Durante a agenda pública da manhã, Márcio França disse que vai canalizar os córregos da cidade para evitar enchentes e não vai mais permitir a ocupação desordenada desses locais.

Márcio França prometeu canalizar córregos para evitar enchentes em SP

Márcio França prometeu canalizar córregos para evitar enchentes em SP

Divulgação/Fernanda Luz

França afirmou que é preciso canalizar os córregos com a colocação de manilhas e aprofundamento dos canais, para não ter mais assoreamento. O candidato disse que fez essas intervenções na cidade de São Vicente, quando foi prefeito, porque eram mais  baratas e  definitivas.

"Dá um pouco de trabalho no ínicio. São 3 km,  4 km. Então, não é uma obra difícil de ser feita, é preciso priorizar", destacou.

Além da canalização, o candidato pretende colocar comportas para bombeamento da água em vários pontos da cidade, a exemplo do que já fez em São Vicente, para facilitar o escoamento da água.

"Tem que ter comporta e bombeamento, na Holanda é feito assim. Quando fui prefeito, fiz assim e deu grandes soluções. Não resolve em definitivo, pois teria de fazer uma canalização de ponta a ponta. Pelo menos, nesse caso, vai amenizar o sofrimento das pessoas" complementou Márcio França.

Marina Helou (Rede)

A candidata pela Rede Sustentabilidade, Marina Helou, gravou material para a campanha durante a manhã.

À tarde, ela discutiu com Marcelo Cardoso os desafios da cidade, acompanhada da candidata a vereadora, Marina Bragante. Depois, à noite, participou de debate online do Diário de São Paulo.

Orlando Silva (PCdoB)

O candidato do PCdoB, Orlando Silva, concedeu entrevista para a rádio Trianon e visitou a ocupação 21 de Abril, no Brás, durante a manhã.

No encontro, Orlando Silva disse que garantir moradia digna é uma obrigação da prefeitura municipal. 

“A moradia é um direito. É lei e está na constituição do Brasil. Não é favor do Estado e da Prefeitura garantir a moradia para quem precisa. É uma obrigação. Eu vou lutar cada dia mais pra que o sonho de vocês seja uma realidade", afirmou.

Orlando Silva afirmou que oferecer moradia digna é "obrigação da prefeitura"

Orlando Silva afirmou que oferecer moradia digna é "obrigação da prefeitura"

Divulgação/Jennifer Glass

Segundo o candidato comunista, cerca de 1,2 milhão de famílias vivem em situação precária na capital paulista. 

As propostas de Orlando para a área da habitação são: dar prioridade para a construção de moradias nas regiões em que as famílias correm riscos como de desabamento, enchente e remoção; retomar as obras de urbanização das favelas e comunidades; e promover ações de urbanização integrada de assentamentos precários.

À tarde, Orlando Silva esteve na roda de conversa com professores da rede pública para discutir a retomada das aulas, no Jardim das Laranjeiras. À noite, ele participou do debate do Diário de São Paulo.

Vera Lúcia (PSTU)

A candidata do PSTU, Vera Lúcia, concedeu entrevista para o site Folha/UOL durante a manhã. Ela defendeu estatizar transporte, confiscar imóveis e postergar dívidas.

Vera Lúcia falou sobre suas propostas à Folha/Uol

Vera Lúcia falou sobre suas propostas à Folha/Uol

Divulgação/Tácito Yuri Dutra Chimato

"Precisamos nos organizar em conselhos populares, criar condições para destruir o sistema capitalista, que é o maior dos genocidas, e fazer uma revolução socialista neste país e no mundo", afirmou Vera Lúcia.

À noite, a candidata participou de uma live com o Coletivo de Educação da Zona Sul.

*O R7 divulga diariamente as notícias sobre o dia de campanha dos postulantes ao cargo de prefeito da capital paulista. O espaço no portal está aberto a todos os candidatos.

Veja o currículo dos candidatos à Prefeitura de São Paulo:

Últimas