Eleições 2020 Vereador Ricardo Nunes, do MDB, será o candidato a vice de Covas

Vereador Ricardo Nunes, do MDB, será o candidato a vice de Covas

Nunes é próximo da base governista na Câmara, e teve atuação de destaque em uma CPI que cobrou dívidas de bancos que atuam na cidade

Agência Estado
O vereador Ricardo Nunes (MDB) será o candidato a vice da chapa de Bruno Covas

O vereador Ricardo Nunes (MDB) será o candidato a vice da chapa de Bruno Covas

Reprodução/Facebook

O vereador Ricardo Nunes (MDB) será o candidato a vice da chapa do prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), que tenta reeleição. Nunes, vereador em segundo mandato na Câmara Municipal, fechou o acordo com a equipe de campanha do tucano na tarde desta sexta-feira (11). A convenção do PSDB, que irá oficializar a candidatura de reeleição do prefeito, ocorre neste sábado (12).

Veja também: Covas e Russomanno lideram disputa em SP, diz pesquisa

"Um empresário que veio de baixo e representa o empreendedorismo que está no DNA do paulistano... Ele tem sido um grande parceiro desde a primeira hora dessa gestão. Ajudou muito a Prefeitura de São Paulo, em especial tocando uma CPI dos grandes sonegadores e que ajudou a recuperar algo em torno de R$ 1 bilhão. Vai ajudar a prefeitura em um momento importante que vamos atravessar no ano que vem, de recuperação econômica. [É também um] reencontro das origens das raízes do PSDB e do PMDB", disse o prefeito Bruno Covas após o encerramento da convenção do MDB, na Câmara Municipal.

Aliança

A negociação para a definição do vice de Covas vinha envolvendo aliados do DEM e chegou a caminhar, na semana passada, para as opções de ou a indicação de um nome do partido Republicanos, o que esbarrava ainda na candidatura de Celso Russomanno, ou de lançamento de uma chapa pura tucana.

Nenhuma das opções era consenso entre os aliados, que tinham restrições a um nome para vice associado ao campo da direita e também à falta de um nome de outro partido na chapa. Nesta quinta, as negociações com o MDB avançaram com indicação de Nunes pelo partido, e passaram pela aprovação o deputado federal Baleia Rossi, presidente da legenda. Covas esteve no Palácio dos Bandeirantes nesta sexta para comunicar a decisão ao governador João Doria (PSDB), de quem Covas era vice.

Nunes é um parlamentar próximo da base governista na Câmara, e teve atuação de destaque em uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que cobrou dívidas de bancos que atuam na cidade. Ele nunca disputou cargos no executivo.

Últimas