Eleições 2020 Vice assume após candidata eleita morrer por covid-19 em cidade do RS

Vice assume após candidata eleita morrer por covid-19 em cidade do RS

Município de Santo Antônio das Missões vive luto após falecimento de Izalda Boccacio, então vice-prefeita e eleita em 15 de novembro

Betinho (PP), vice da chapa de Izalda Boccacio, deverá assumir prefeitura em 2021

Betinho (PP), vice da chapa de Izalda Boccacio, deverá assumir prefeitura em 2021

Montagem/Reprodução/TSE

A cidade de Santo Antônio das Missões, no Rio Grande do Sul, vive nos últimos dias o luto pela morte de Izalda Boccacio, então vice-prefeita e eleita em 15 de novembro para a prefeitura do município gaúcho, por complicações decorrentes da covid-19.

Aos 72 anos, Boccacio havia vencido a eleição com 53,47% dos votos válidos, e foi diagnosticada com a doença do novo coronavírus logo depois do fim da campanha eleitoral. Junto do marido, que também contraiu o vírus, ela estava internada na cidade de São Borja (RS).

Com o falecimento da prefeita eleita, o município deverá ser administrado por Betinho, também do PP, candidato a vice de Izalda.

A advogada Paula Bernardelli, especialista em Justiça Eleitoral, explica que, se determinada chapa foi eleita, o falecimento antes da diplomação implicará na diplomação e posse apenas da outra pessoa da chapa, ou seja, o candidato a vice eleito.

“Não existe previsão legal expressa sobre isso, mas esse foi o entendimento que foi adotado pela Justiça Eleitoral já há algum tempo”, afirma Bernardelli.

Veja também: Maguito Vilela vai para UTI comum para seguir tratamento da covid-19

Após a morte de Izalda Boccacio, o atual prefeito Puranci Barcelos, decretou luto oficial de três dias, e a gestão do município emitiu nota oficial: "Não existem palavras para descrever tamanha tristeza que assola a todos neste momento. Uma perda irreparável".

Professora de formação e diretora de escolas locais, Izalda ocupava o cargo de vice-prefeita desde 2017. Anteriormente, também exerceu as funções de secretária municipal de Educação de Santo Antônio das Missões em 2001 a 2004 e dirigiu a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) local.

Últimas