Estado Islâmico

Internacional Ataque atribuído ao Estado Islâmico mata ao menos 7 policiais no Iraque

Ataque atribuído ao Estado Islâmico mata ao menos 7 policiais no Iraque

Explosão contra um caminhão que transportava os agentes foi seguida de "um ataque direto com armas leves" 

AFP
Ataque foi atribuído a jihadistas do grupo Estado Islâmico

Ataque foi atribuído a jihadistas do grupo Estado Islâmico

Dado Ruvic / Reuters - 18.2.2016

Pelo menos sete policiais federais, incluindo um oficial, foram mortos neste domingo (18) em um ataque atribuído a jihadistas do grupo Estado Islâmico contra um caminhão que transportava os agentes no norte do Iraque.

Este é um dos ataques mais mortíferos no Iraque nos últimos meses. Segundo a ONU (Organização das Nações Unidas), há entre 6.000 e 10 mil jihadistas ativos no Iraque e na vizinha Síria.

A explosão de uma bomba foi seguida de "um ataque direto com armas leves" perto da aldeia de Shalal al-Matar, nos arredores de Kirkuk, disse um oficial da polícia federal que pediu anonimato, atribuindo o ataque, ainda não reivindicado. 

"Um atacante foi morto e estamos procurando os outros", disse ele, acrescentando que havia dois feridos. Em Bagdá, um funcionário do Ministério do Interior confirmou o ataque e informou que sete policiais, incluindo um oficial, foram mortos. 

O Estado Islâmico, que desde 2014 conseguiu conquistar vastos territórios no Iraque e na vizinha Síria, viu posteriormente como o seu autoproclamado “califado” foi derrubado por sucessivas ofensivas nestes dois países. Embora o Iraque tenha declarado vitória militar sobre o grupo extremista em 2017, os jihadistas continuam ativos em várias partes do país.

Últimas