Internacional Ataques da Rússia contra Kharkiv deixam 9 mortos e 25 feridos

Ataques da Rússia contra Kharkiv deixam 9 mortos e 25 feridos

Ofensiva de Moscou no centro da segunda maior cidade da Ucrânia atingiu prédios residenciais, que ficaram destruídos

Agência EFE
Kharkiv é uma das cidades mais atacadas pelo Exército russo desde o início da guerra, em 24 de fevereiro

Kharkiv é uma das cidades mais atacadas pelo Exército russo desde o início da guerra, em 24 de fevereiro

EFE/EPA/SERGEY KOZLOV

Bombardeios realizados pelas tropas da Rússia deixaram nesta segunda-feira (18) nove mortos e 25 feridos na província de Kharkiv, no leste da Ucrânia, conforme veiculou a agência local de notícias Interfax-Ukraine.

A quantidade de vítimas foi divulgada pela assessoria de comunicação da administração militar regional da cidade, localizada em uma das regiões ucranianas mais atacadas pela ofensiva russa iniciada em 24 de fevereiro.

"Em Kharviv, como resultado do bombardeio dos invasores às áreas residenciais, incluindo a parte central da cidade, 24 pessoas ficaram feridas e seis morreram", indicou a fonte.

Além disso, na mesma região, mas na localidade de Derhachiv, os bombardeios mataram duas pessoas e feriram uma.

Também nos ataques do Exército russo, uma pessoa morreu na cidade de Zolochiv, de acordo com a administração militar.

Nas últimas horas, as tropas de Moscou concentraram os ataques no leste do território da Ucrânia, especialmente em Kharkiv, a segunda maior cidade do país.

A ofensiva permite que as forças russas se reagrupem, para buscar lançar uma grande operação sobre as regiões pró-russas do Donbass.

Ainda hoje, ataques contra Lviv, no oeste da Ucrânia, deixaram 11 mortos, entre eles uma criança.

Segundo o prefeito de Lviv, Andriv Sadovy, mísseis russos foram lançados contra alvos civis da cidade, que fica perto da fronteira com a Polônia.

Últimas