Internacional Autor de ataque em sinagoga alemã agiu sozinho e por extremismo 

Autor de ataque em sinagoga alemã agiu sozinho e por extremismo 

 Suspeito foi motivado pelo antissemitismo e extrema-direita. Homem tentou entrar no centro religioso fortemente armado e matou duas pessoas

Homem tentou invadir sinagoga fortemente armado

Homem tentou invadir sinagoga fortemente armado

Fabrizio Bensch/ Reuters - 9.10.2019

O ataque cometido nos arredores de uma sinagoga no leste da Alemanha, no qual morreram duas pessoas, foi cometido por apenas uma pessoa, um alemão de 27 anos que agiu por motivos antissemitas ou ultradireitistas, segundo a revista Der Spiegel.

O autor do ataque tentou entrar no centro religioso fortemente armado e, como não conseguiu, realizou vários disparos indiscriminadamente na rua e em um estabelecimento de fast-food turco, onde matou um homem e uma mulher.

De acordo com a publicação, que cita fontes da investigação, o atirador se chama Stephan B. e é do estado de Saxônia-Anhalt, onde está localizada Halle, a cidade onde ocorreu o ataque.

A revista divulga que o autor do ataque gravou um vídeo com uma câmera que levava no capacete. Durante a gravação, que mostra as vítimas sendo atingidas, é possível ver o atirador proferindo insultos aos judeus.

A Procuradoria-Geral alemã assumiu o comando da investigação, como ocorre quando há suspeita de terrorismo ou motivos extremistas. Detido pela polícia pouco após o ataque, o atirador vestia trajes militares e capacete.