Internacional Balões incendiários lançados de Gaza provocam incêndios em Israel

Balões incendiários lançados de Gaza provocam incêndios em Israel

Serviço de bombeiros israelense atendeu a quatro chamados para apagar o fogo causado pelos ataques

AFP
Bombeiros foram acionados para apagar focos de incêndio em áreas próximas da Faixa de Gaza

Bombeiros foram acionados para apagar focos de incêndio em áreas próximas da Faixa de Gaza

AHMAD GHARABLI / AFP


Vários balões incendiários lançados do enclave palestino de Gaza provocaram, nesta quinta-feira (1º), quatro incêndios em Israel, informou o serviço de bombeiros israelense em um comunicado.

"Houve quatro incêndios na região de Eshkol", perto da Faixa de Gaza, disse o corpo de bombeiros, afirmando que segundo os especialistas a origem dos incêndios são "balões incendiários".

Os pequenos incêndios foram controlados rapidamente, de acordo com os bombeiros.

Em 18 de junho, a força aérea israelense bombardeou alvos do movimento islamita Hamas na Faixa de Gaza, em represália pelo lançamento de balões incendiários até Israel.

Esses são os segundos bombardeios desde 21 de maio, quando entrou em vigor uma trégua que encerrou uma guerra de 11 dias com o Hamas, no poder na Faixa de Gaza, um enclave palestino de dois milhões de pessoas que leva mais 15 anos sob o bloqueio israelense.

Entre 10 e 21 de maio, 260 palestinos morreram por ataques israelenses na Faixa de Gaza, incluindo combatentes, segundo as autoridades locais.

Em Israel, o lançamento de foguetes a partir de Gaza matou 13 pessoas, entre elas um soldado, segundo a polícia e o exército.

O primeiro-ministro israelense, Naftali Bennett, disse nesta quinta-feira em uma cerimônia militar que Israel "não tem vontade de lutar", mas que se for "necessário", "não vai hesitar" em lutar com uma "resposta massiva e forte".

Últimas