Internacional Corpo do príncipe Philip ficará no Castelo de Windsor até funeral

Corpo do príncipe Philip ficará no Castelo de Windsor até funeral

Autoridades da monarquia britânica solicitaram que os súditos não compareçam à cerimônia devido a pandemia do coronavírus

  • Internacional | Da EFE

Philip morreu nesta sexta-feira, aos 99 anos

Philip morreu nesta sexta-feira, aos 99 anos

EFE/EPA/ANDY RAIN

O corpo do príncipe Philip, morto nesta sexta-feira (9) aos 99 anos de idade, permanecerá no Castelo de Windsor, a residência da família real perto de Londres, até que seu funeral seja realizado na adjacente Capela de São Jorge, informou a instituição heráldica College of Arms.

A entidade, fundada em 1484 e composta por membros da instituição monárquica, afirmou em comunicado que a data e os detalhes da cerimônia, que poderia levar vários dias, serão divulgados oportunamente pelo Palácio Buckingham, a residência oficial londrina da Rainha Elizabeth II.

Leia mais: Primeira-ministra da Noruega é multada por infringir isolamento

O College of Arms salientou que, devido à pandemia, é solicitado aos súditos não comparecerem ou participarem de qualquer evento relacionado ao funeral ou enterro, um apelo secundado pelo governo, que exige que nenhuma flor seja colocada em frente aos palácios.

Como era sabido anteriormente, o funeral não será uma cerimônia de Estado e não será precedido por um velório público, mas Philip jazerá no Castelo de Windsor, "de acordo com a tradição de um membro de seu posto e com seus desejos", segundo a entidade.

A instituição heráldica, que supervisiona o protocolo, também informou que as bandeiras devem ser hasteadas a meio mastro a partir de agora até as 8h da manhã do dia seguinte ao funeral, e todas as bandeiras não oficiais devem ser removidas ou substituídas pelas britânicas ou regionais.

O Ministério da Cultura estendeu as instruções a órgãos governamentais dentro e fora do Reino Unido e advertiu que bandeiras não oficiais, como a LGBTQIA+, devem ser removidas.

Leia mais: Vulcão em risco de erupção em ilha do Caribe tira quase 16 mil de casas

O College of Arms disse em sua nota oficial que os títulos de Philip serão herdados pelo príncipe Charles, seu filho primogênito e segundo na linha sucessória.

A Abadia de Westminster, onde Philip casou com a então Princesa Elizabeth em 20 de novembro de 1947 e celebrou os aniversários subsequentes, anunciou que tocará o sino 99 vezes, uma a cada 60 segundos, a partir das 14h (de Brasília) em homenagem ao Duque de Edimburgo

Últimas