Estados Unidos

Internacional Diretor do FBI diz estar preocupado com ameaças contra agentes após operação em mansão de Trump

Diretor do FBI diz estar preocupado com ameaças contra agentes após operação em mansão de Trump

Christopher Wray evitou revelar motivo pelo qual homens da polícia federal dos Estados Unidos foram à casa do ex-presidente

Agência EFE

Resumindo a Notícia

  • Diretor do FBI, Christopher Wray, confessou preocupação com ameaças contra agentes
  • Ameaças teriam começado após ação do FBI na casa do ex-presidente Donald Trump
  • Wray evitou comentar motivação para ação na casa de Trump
  • Imprensa especula que FBI foi à casa de Trump atrás de documentos confidencias presidenciais
Apoiadores de Donald Trump estariam ameaçando agentes do FBI após operação

Apoiadores de Donald Trump estariam ameaçando agentes do FBI após operação

Eva Marie Uzcategui/Getty Images North America/Getty Images via AFP - 20.7.2022

O diretor do FBI (polícia federal dos Estados Unidos), Christopher Wray, afirmou nesta quarta-feira (10) estar preocupado com as ameaças recebidas pelos agentes da entidade desde a operação realizada na mansão do ex-presidente Donald Trump na Flórida.

Em entrevista coletiva em Omaha, em Nebraska, Wray disse que sempre preocupam as ameaças aos agentes e que a violência contra as forças da lei "não é a resposta, independentemente de com quem se está irritado".

O diretor do FBI evitou, contudo, dar detalhes ou explicações sobre a operação na casa do ex-mandatário. Segundo ele, a política do FBI é não falar de casos em andamento.

Desde que o próprio Trump denunciou a busca do FBI na segunda-feira (8), as ameaças contra a agência dispararam em fóruns da internet normalmente utilizados pelos apoiadores do ex-presidente.

O FBI levou cerca de 12 caixas da residência de Trump na Flórida, relatou uma das advogadas do político republicano.

Segundo a advogada, os agentes do FBI entregaram uma cópia da ordem judicial que os autorizava a entrar na residência de Trump, acrescentando que os policiais informaram que estavam à procura de documentos com informações confidenciais que não deveriam ter sido retiradas da Casa Branca.

Nem o FBI nem o Departamento de Justiça divulgaram até o momento uma declaração que explique o motivo da operação. Enquanto se aguarda qualquer detalhe ou explicação oficial, diversos líderes republicanos criticaram na terça-feira o "abuso de poder" dos democratas.

Últimas